Se você está buscando eliminar gorduras do organismo, deve saber que neste complexo processo participam muitas substâncias químicas que podem favorecer ou dificultar o mesmo, por isso, te contamos tudo o que você precisa saber sobre os hormônios e a queima de gorduras e como usar as mesmas a favor dos seus objetivos.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Os hormônios podem estimular ou retardar o processo de lipólise, ou destruição de gorduras armazenadas no organismo, e elas podem ser liberadas em resposta a diferentes estímulos, entre os quais encontramos a dieta e exercício que podemos controlar.

Insulina, hormônio anti-lipólise:

Quando a insulina se eleva em nosso corpo, o metabolismo começa a guardar e para o processo de queima de gordura de forma imediata, portanto, é muito importante reduzir a sua presença no organismo quando desejamos ativar a destruição dos lipídios.

Tudo O Que Você Precisa Saber Sobre os Hormônios e a Queima de Gordura

Para isso, é essencial controlar a ingestão de hidratos de carbono, evitar os açúcares que produzem uma rápida liberação de insulina e ao mesmo tempo detém a utilização de gordura como fonte de energia ao fornecer glicose na corrente sanguínea.

Além de escolher os carboidratos de baixo índice glicêmico para queimar gorduras como sugerimos anteriormente, é de muita ajuda não ingerir carboidratos imediatamente depois de treinar, já que o exercício reduz efeito da insulina, especialmente se for de alta intensidade, mas se consumimos carboidratos e insulina é liberada, automaticamente se detém a destruição de lipídios em nosso corpo.

Em seguida, escolha os carboidratos que não produzem uma súbita liberação de insulina, modere a sua presença na dieta e realize exercícios de alta intensidade, são boas ferramentas para regular a secreção de insulina e, assim, promover a queima de gordura.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Catecolaminas, hormônios lipolíticos:

Como a insulina é o hormônio que interrompe o processo de queima de gordura, as catecolaminas desempenham um papel central na ativação da lipólise ao estimular uma enzima que inicia a destruição dos triglicérides armazenados no tecido adiposo do nosso corpo.

Estes hormônios se apresentam em maior proporção diante da estimulação do sistema nervoso, por exemplo, pela realização de exercícios físicos de alta intensidade, ou a ingestão de estimulantes, tais como a cafeína. Embora tenha sido demonstrado que um estilo de vida sedentário possa causar resistência à ação das catecolaminas, o que implicaria perder um forte incentivo para a queima de gordura.

Então, para estimular a presença de catecolaminas e, assim, promover a lipólise, que de muita ajuda recorrer aos exercícios intensos e de curto tempo, ou que elevam rapidamente a sua frequência cardíaca, como, por exemplo, o treinamento de intervalos ou intermitente.

Cortisol, um hormônio que reduz a queima de gordura:

Embora a insulina seja o principal hormônio anti-lipolítico, provou-se que o cortisol elevado em nosso organismo reduz a lipólise, afetando sua atividade em médio e longo prazo.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Para manter esse hormônio na linha e, assim, evitar o seu efeito sobre a queima de gordura, devemos cuidar especialmente do descanso noturno e nãogastar com treinamento, assim como garantir a ingestão de antioxidantes poderosos, como a vitamina C e E, mediante o consumo de frutas e verduras frescas, assim como frutos secos e sementes.

O ômega-3 também pode ajudar a controlar o cortisol e promover a queima de gordura, por isso, comer peixe gordo duas vezes por semana pode ser um grande recurso para não interromper a lipólise.

Hormônio do crescimento, promove a queima de gordura:

Este hormônio também tem efeito em médio e longo prazo ativando a lipólise e podemos estimular a sua liberação com um treinamento de alta intensidade e reduzindo a liberação de insulina, o que atrasa a produção de hormônio do crescimento.

Por isso que, treinar intensamente, moderar os carboidratos e dormir o suficiente todas as noites são fundamentais para manter estáveis os níveis ​​deste hormônio, como já mostramos anteriormente, se queremos promover a queima de gordura.

Você sabe que para que o seu processo de queima de gordura seja ótimo, os hormônios a incentivar são as catecolaminas e o hormônio do crescimento e é de muita ajuda reduzir os níveis de insulina, assim como os níveis de cortisol no sangue.

Dormindo bem todas as noites, moderando e selecionando bem as fontes de carboidratos, assim como treinando intensamente, podemos conseguir valiosas ajudas para cuidar dos hormônios que regulam o processo de queima de gordura em seu corpo.