Você nasceu obeso ou se tornou acima do peso? Hoje é uma pergunta difícil de responder, porque tanto a genética quanto os hábitos alimentares influenciam diretamente no peso de uma pessoa. Portanto, neste artigo vamos ver o que pesa mais.

A genética pode marcá-lo por toda a vida, incluindo a obesidade. A obesidade genética existe e pode condicioná-lo para a vida, incentivando a ter práticas saudáveis. No entanto, também pode se tornar uma ótima desculpa para não fazer nada e ter hábitos alimentares que favoreçam ainda mais a obesidade.

Nem todos os seres humanos são iguais, cada um tem uma composição genética diferente.

Algumas pessoas carregam em seus genes a capacidade de poupar energia e acumular no organismo na forma de gordura. Se somarmos a isso a ampla gama de alimentos ricos em gorduras, açúcares que existem, há uma combinação explosiva que acaba provocando a obesidade genética e hábitos alimentares errados.

Para realizar a biodermogênese é necessário equipamento especial e definido, que gera um campo magnético na área afetada. Esse procedimento trabalha em quatro fases.

Se você é uma pessoa que tem uma predisposição à obesidade, mas quer mudar seus hábitos alimentares e seu estilo de vida você pode se controlar e ter um peso normal.

Você Nasceu Obeso Ou Se Tornou Acima Do Peso?

Há vários estudos que avaliaram que os fatores ambientais podem ultrapassar fatores genéticos, mesmo em crianças e adolescentes. Não se esqueça que a obesidade deixou de ser um problema de adultos para se tornar um grande problema entre as crianças.

Apesar de não subestimar questão da predisposição genética, o que prevalece na realidade de hoje é que a alimentação que temos não é saudável de um modo em geral. Nas últimas décadas as exigências da vida, que estão se tornando cada vez maiores, impõem uma comida rápida, saborosa e viciante.

Inclusive, no estilo de vida atual, o que prevalece é o estresse, a ansiedade e a depressão e os alimentos tornaram-se uma forma de acalmar estas situações, o que dificulta não somente contra a balança, mas na saúde.

Em resumo qualquer indivíduo pode nascer com uma predisposição genética para a obesidade, mas se você tem hábitos alimentares saudáveis, pratica exercícios físicos regulares e controla seus níveis de estresse poderá manter o controle do seu peso e ser saudável. Além dos seus genes, você é o arquiteto da sua própria vida. Não se esqueça!