É normal que homens e mulheres se masturbem. No entanto, é mais comum falar sobre a masturbação masculina, porque tem a fama de ser mais recorrente. Aqui te apresentamos 5 coisas que você deve saber sobre a masturbação. Talvez sejam uteis para tirar suas dúvidas sobre um assunto que continua sendo tabu.

É normal e seguro se masturbar? Pode levar a problemas de disfunção sexual nos homens? Talvez você tenha se perguntado isso, sem se animar a fazê-la em voz alta por medo de ser julgado. Para sua tranquilidade, te contamos que não é um segredo que a masturbação é algo prazeroso, que inclusive pode te ajudar a dormir melhor e que alivia o estresse. Aqui estão algumas das respostas para as perguntas mais frequentes sobre a masturbação masculina.

1. A masturbação é segura? Obviamente que a masturbação tem os benefícios do prazer sexual sem o risco de contrair doenças sexualmente transmissíveis. No entanto, se o fizer com muita frequência, a pele do pênis pode se irritar, especialmente se você faz isso da cabeça para baixo, esfregando seu pênis contra a cama, contra uma almofada, ou inclusive contra o tapete. Em casos graves, isto pode causar um trauma na uretra.
Portanto, tenha cuidado.

2. Existe uma maneira correta de se masturbar? Na realidade, cada pessoa é única, e por isso assim é sua forma de se masturbar. Não existe uma técnica que seja a do “manual”, existem apenas diferentes estilos. Alguns homens preferem fazê-lo com a mão, outros se esfregando contra algo (lembre-se de ter cautela), outros desfrutam colocando certas roupas, outros assistem filmes ou veem revistas, alguns fazem de pé, outros sentados, e inclusive se olhando no espelho.

5 Coisas Que Você Deve Saber Sobre a Masturbação Masculina

3. Pode afetar o sexo com sua parceira? A masturbação é uma boa maneira de conhecer seu corpo e saber como você gosta de ser tocado. Além disso, pode te ajudar a identificar quando você está perto do orgasmo e, assim, aplicar essa experiência ao sexo com sua parceira. Se assim for, a masturbação é algo positivo. Mas quando você prefere ficar sozinho com mais frequência que estar com sua parceira, pode se converter em um problema. Ficar obcecado com a masturbação pode definitivamente afetar sua vida sexual. O melhor é usá-la para suprir as necessidades sexuais quando sua parceira não está disposta, e também, que o façam juntos.

4. É possível que a masturbação cause algum tipo de disfunção sexual? Os urologistas especialistas no assunto dizem que quando os homens se masturbam muita pressão ou fricção, ou a uma velocidade que difere muito da sensação que produz o sexo com uma mulher podem desenvolver ejaculação retardada. Esta disfunção sexual faz com que não cheguem ao orgasmo durante uma relação sexual com sua parceira.

5. É verdade que a masturbação aumenta o risco de câncer de próstata? Existem vários estudos que têm sido feitos a respeito e tudo parece indicar que não é a masturbação em si, mas o nível de hormônios masculinos presentes em cada homem. Por exemplo, os homens que se masturbam muito entre os 20 e 30 anos tem uma maior quantidade de hormônios masculinos, o que faz com que sejam mais propensos ao câncer de próstata (por ser um câncer ligado aos hormônios). No entanto, outros estudos indicam que a masturbação depois dos 50 anos pode ajudar a prevenir o câncer de próstata, pois ajuda a liberar líquidos da próstata que podem conter substâncias cancerígenas.

Em conclusão: a masturbação é algo natural que existe inclusive no reino animal. Mas caso se converta em uma obsessão ou uma substituição da relação com a parceira pode ser um problema. Em tais casos, consulte um profissional.

Para mais informações sobre o assunto, recomendamos a leitura do artigo “Cinco Dados Que Talvez Você Desconheça Sobre a Masturbação“.