Um estudo na Dinamarca afirmou que homens que bebem um litro ou mais de uma bebida de cola por dia, podem ter problemas com o seu esperma. A contagem de esperma média desses homens foi 30% menor do que aqueles que não consomem tais bebidas.

Enquanto a Organização Mundial da Saúde (OMS) considerou os níveis mais normais de espermatozoides, os homens com baixa quantidade de risco seriam inférteis. Para os autores do estudo, é pouco provável que a cafeína seja a causa do problema, porque o café não tem o mesmo efeito, embora o seu teor de cafeína seja maior.

Mas outros ingredientes da bebida ou o hábito de um estilo de vida não saudável podem ser os responsáveis. “É importante notar que os homens que consumiram uma grande quantidade de cola também foram diferentes em muitos aspectos”, disse à Reuters Health, o Dr. Tina Kold Jensen, Rigshospitalet, em Copenhague.

Kold Jensen, que liderou o estudo, disse que poucos estudos têm examinado o efeito da cafeína na saúde reprodutiva masculina.Em geral, os participantes foram sempre muito seletos, como homens inférteis, e os resultados foram contraditórios.

Desde as últimas décadas o consumo de refrigerantes cresceu na juventude dinamarquesa, a equipe estudou se isso poderia afetar a saúde reprodutiva. Para isso, incluiu mais de 2.500 jovens.

Bebida Cola pode “matar” o esperma?

Aqueles que não bebem bebidas de cola tinham uma melhor qualidade de esperma (cerca de 50 milhões por mililitro de sêmen) e um estilo de vida saudável.

Em contraste, os 93 homens que bebiam mais de um litro por dia tinham apenas 35 milhões de espermatozoides por mililitro de sêmen.

Eles também consumiam mais fast food e menos frutas e legumes. Quando comparamos a outras fontes de cafeína (café, chá), a queda na qualidade do esperma foi muito menos notada, American Journal of Epidemiology.

O Dr. Fábio Pasqualotto, da Universidade de Caxias do Sul, Brasil, participou do estudo, disse que algumas dicas de saúde devem ser seguidas e que a cola em si não era o mais importante. “Eu imagino que deve ser o estilo de vida”.