Milhões de homens têm problemas com a disfunção erétil a cada ano. No passado, a disfunção erétil (também chamada impotência sexual) foi considerada como uma parte inevitável do envelhecimento.

Felizmente, devido à investigação médica, agora está claro que a disfunção erétil não é apenas um efeito colateral do envelhecimento, mas um problema fisiológico que pode ser tratado com medicamentos, remédios naturais e com mudanças de hábitos pessoais.

A impotência é a falta de capacidade para ter uma ereção ou mantê-la durante o período de tempo necessário para alcançar a ejaculação. Este problema comum pode afetar homens de qualquer idade, e quase todos os homens experimentam a impotência em algum momento.

O Que Causa a Disfunção Erétil?

Não existe apenas uma causa para a disfunção erétil. Conseguir uma ereção envolve uma série complexa de eventos fisiológicos, de modo que para que a ereção se produza se requer que o corpo coordene as respostas do sistema nervoso com as sensações tácteis, gatilhos emocionais, e sinais de certos hormônios. Se qualquer um destes eventos é interrompido, é provável que ocorra a impotência.

Os problemas de saúde subjacentes são responsáveis ​​por aproximadamente 90% dos casos de disfunção erétil. Os seguintes problemas estão associados com a impotência masculina:

Disfunção Erétil: Causas e Tratamentos

  • Doença cardiovascular.
  • Lesões e cirurgia da coluna vertebral.
  • Hiperplasia prostática.
  • Tratamentos de radiação para câncer de próstata, que pode causar danos aos nervos do pênis.
  • Diabetes.
  • Obesidade.
  • Desequilíbrios hormonais (como os baixos níveis de testosterona).

As emoções estão profundamente envolvidas na capacidade de manter uma ereção, os seguintes fatores de estresse desempenham um papel importante nos problemas de impotência:

  • Depressão.
  • Transtornos de ansiedade.
  • Eventos traumáticos e situações estressantes.

Outros fatores que podem causar impotência:

  • Drogas.
  • O consumo excessivo de álcool.
  • Fumar.
  • Estilo de vida sedentário.

Como é Diagnosticada a Disfunção Erétil?

Para diagnosticar a disfunção erétil, o médico fará uma série de perguntas sobre a sua saúde, os medicamentos que está tomando, e o seu estilo de vida. Se existe um problema médico que pode causar impotência, pode ser necessário realizar mais testes, e talvez você precise de um tratamento para o seu problema de saúde.

Na maioria dos casos, o médico pode recomendar um tratamento para a disfunção erétil, que se adapte ao seu estilo de vida e preferências pessoais.

Quais São os Métodos Mais Comuns Utilizados Para Tratar a Disfunção Erétil?

Os tratamentos para impotência convencional normalmente envolvem a utilização de medicamentos que trabalham com a química natural do corpo para promover a capacidade de ter uma ereção. Os medicamentos orais, como Viagra e Cialis são comumente prescritos, medicamentos injetáveis​​ também são usados para tratar a impotência masculina.

Embora esses medicamentos possam ajudar muitos homens a superar a impotência, se associam com uma longa lista de efeitos colaterais desagradáveis que​​, em alguns casos, pode causar danos físicos permanentes. Os efeitos colaterais mais comuns são dor de cabeça, náuseas, diarreia, rubor e tonturas.

Embora estes efeitos colaterais, criam principalmente desconforto, algumas pessoas correm o risco de reações mais graves, inclusive fatais para estes medicamentos. Alguns homens têm relatado desmaiar depois de tomar medicamentos para a impotência e priapismo (envolve uma ereção que não desaparece depois de mais de quatro horas), também se produziu como efeito de drogas contra a impotência. Estes efeitos podem causar danos permanentes ao nervo, as drogas injetáveis ​​também podem causar danos irreversíveis ao pênis se utilizado incorretamente.

Como Posso Tratar a Impotência de Forma Natural, Sem Efeitos Secundários Nocivos?

Felizmente, é possível ultrapassar eficazmente a disfunção erétil, sem a utilização de fármacos potencialmente nocivos. Curiosamente, alguns dos remédios à base de ervas para a impotência conhecidos pelos antigos tem sido demonstrado em estudos que são altamente eficazes, custam pouco e podem ser melhores do que os medicamentos convencionais.

Os suplementos naturais para a saúde sexual contêm preparados cuidadosamente formulados à base de ervas e extratos de plantas que têm sido usadas durante séculos para tratar os problemas de saúde de todos os tipos, incluindo a impotência masculina. Os seguintes são apenas alguns dos remédios naturais para a impotência conhecidos e potenciadores da libido:

  • Ginseng: aumenta o fluxo sanguíneo e melhora a vitalidade.
  • Ginkgo biloba: melhora a circulação e aumenta a sensibilidade tátil.
  • Casca de Yohimbe: é um dos mais antigos potenciadores de libido, esta planta, que é nativa da África e sudeste da Ásia, é o ingrediente principal em muitos suplementos naturais para a saúde sexual masculina.
  • Tribulus: é um ingrediente que se encontra em muitos suplementos destinados a aumentar a testosterona. Verificou-se em estudos clínicos para aumentar os níveis de testosterona em cobaias.
  • Aminoácidos arginina e carnitina: são importantes para a saúde sexual e se encontram em muitos tratamentos para a impotência a base de ervas.

A dieta e o exercício também são importantes para a saúde sexual, assim como o seu bem-estar geral. Recebendo os nutrientes adequados e a participação em atividade física regular ajuda a melhorar a circulação, aumenta os níveis de energia e elimina a fadiga.

Evitar o tabaco, as drogas e moderar o consumo de álcool podem melhorar a sua vida sexual.

Os suplementos naturais e um estilo de vida saudável podem contribuir muito para o seu bem-estar geral e melhorar a função sexual.