O termo libido foi cunhado por Sigmund Freud para designar a energia fisiológica associada com impulsos sexuais.

Mais tarde, nos meios de comunicação não psicanalíticos este termo se tornou sinônimo de impulso ou desejo sexual.

Considerada sob este aspecto, a libido é o resultado da combinação de fatores orgânicos (hormônios e sistema nervoso central) e de estímulos externos, o que resulta no aparecimento de uma série de respostas cujo objetivo final é alcançar o orgasmo.

Ao contrário dos impulsos primários, como fome ou sede, a libido não é indispensável para a vida do indivíduo, embora quando este não se satisfaz pode levar a problemas psicológicos.

A libido está presente desde os primeiros anos de vida, embora apenas no período da puberdade começa a ter conotações sexuais associadas com os órgãos genitais, tal como se manifestam tipicamente na idade adulta.

Diante de uma redução da libido, é preciso levar em conta em primeiro lugar à incidência de fatores emocionais ou de estresse elevado, em seguida, os fatores orgânicos como uma alteração dos hormônios.

A baixa libido pode ser tratada de forma eficaz mediante remédios caseiros e naturais que reduzem o estresse e fortalecem o sistema reprodutivo.

Remédios Caseiros Para Aumentar o  Libido

Leia também: “Acupuntura e Libido“.

Remédios Caseiros Para Aumentar a Libido:

  • Consuma 10 amêndoas cruas (sem tostar) no café da manhã. Deixar de molho em água durante toda a noite e retire a pele antes consumir.
  • Consuma 1 tâmara na primeira hora da manhã. Esta ajuda a remediar a baixa libido e fraqueza sexual, assim como a fadiga crônica.
  • Retire as peles e os corações de 5 maçãs cruas. Bata ou esmague até fazer um purê e misture bem, adicionando um pouco de mel a gosto. Então, adicione ½ colher de chá de cardamomo em pó, 1/4 de colher de chá de açafrão, 1 pitada de noz-moscada e 10 gotas de água de rosas. Consuma ½ xícara pelo menos uma hora após as refeições. Evite consumir leite, iogurte ou peixe pelo menos 4 horas antes e 4 horas depois de tomar este remédio.
  • Misture 1 xícara de leite, 1/4 de xícara de água e 1 dente de alho picado. Ferva lentamente até reduzir para 1 xícara de líquido e tome na hora de dormir.
  • Tome 1 colher de sopa de suco de cebola misturado com 1 colher de chá de suco de gengibre fresco 2 vezes por dia.
  • Coloque em um frasco 200 ml de álcool de 90° (adequado para beber) e 180 gramas de cebola vermelha fresca, cortada em tiras finas. Cubra bem e deixe macerar durante nove dias. Em seguida, coe e armazene em uma garrafa. Tome uma colher de chá desta preparação (3,6 ml) de manhã e outra à noite antes de dormir, dissolvido em um copo de água adoçada com uma colher de chá de mel. Siga este remédio durante duas semanas, descanse três dias e volte a tomar por outras duas semanas.
  • Coloque em uma tigela 40 gramas de cebola vermelha picada e 40 gramas de alho vermelho picado e despeje sobre eles 800 ml de água fervendo. Cubra e deixe descansar por quinze minutos. Em seguida, coe e dissolva em 1.600 gramas de açúcar. Tome duas colheres de sopa, sozinhas ou diluídas em um pouco de água, duas vezes por dia, entre as refeições, pela manhã em jejum e à noite. Continue o tratamento até notar uma melhora. Este remédio é contraindicado em casos de gastrite e úlcera gastroduodenal, assim como para aqueles submetidos a tratamento com anticoagulantes do tipo varfarina ou com hemostáticos. Também devem ter cuidado os recém-operados ou aqueles que serão e as pessoas com hipertireoidismo. Em diabéticos deve-se controlar a glicemia.
  • Coloque em um frasco 10 gramas de folhas secas de sálvia ou 20 gramas de folhas frescas e 5 gramas do fruto seco triturado de baunilha e despeje 1 litro de água fervendo sobre eles. Cubra e deixe descansar por dez minutos. Filtre, adicione 100 gramas de mel de alecrim e dissolva bem. Tome dois pequenos copos por dia (um copo = 100 ml), pela manhã em jejum e à noite, durante duas semanas; descanse três dias e volte a tomar por outras duas semanas. Este remédio é bastante apreciado pelos povos da montanha como estimulante quando se sofre uma redução da libido pelo estresse. Este remédio é contraindicado durante a gravidez e aleitamento e em doentes com epilepsia, insuficiência renal, tumores de mama e aqueles que seguem tratamentos farmacológicos com estrógenos.
  • Ferva 1 litro de vinho branco de qualidade com 7 gramas de folhas secas de sálvia durante três minutos; passado este tempo, retire do fogo e adicione 7 gramas de folhas secas de hortelã. Cubra e deixe descansar até esfriar. Filtre, espremendo bem, e engarrafe. Beba todo o vinho em três dias (6 copos de 50 ml por dia, a cada duas horas). Descanse dois dias e volte a tomar por outros três, até completar um mês. Este remédio é contraindicado durante a gravidez e aleitamento e em doentes com epilepsia, insuficiência renal, tumores de mama e aqueles que seguem tratamento medicamentoso com estrogênio.
  • Aperte com suavidade a glande com a ponta do dedo indicador. Você deve pressionar especificamente sobre o sulco, aproximadamente um par de centímetros atrás da ponta do pênis. Pressione suavemente por um minuto ou dois e relaxe. Esta técnica também ajuda a remediar a ejaculação precoce. Este é um remédio de acupressão.
  • Massageie suavemente a glande com óleo de rícino.
  • Ferva 15 gramas da brancura do tronco de Guáiaco por 10 minutos em 1 litro de água. Após este tempo, retire do fogo e deixe descansar durante 15 minutos. Filtre, passe para uma garrafa, adicione 100 gramas de mel de lavanda e dissolva bem. Beba 3 pequenas xícaras por dia durante três semanas.
  • Beba 100 gotas de tintura de Guáiaco (pode ser comprado em ervanários) duas vezes ao dia, após as refeições principais dissolvidas em um pouco de água. Continue com este remédio até sentir uma melhora. Este remédio é usado como estimulante sexual para as pessoas com excesso de peso, que às vezes podem sofrer uma redução da libido.
  • Massageie ligeiramente o osso púbico com óleo de rícino.
  • Ferva 1 colher de sopa de raiz de açaí lavada e picada e 1 colher de sopa de guaraná em meio litro de água por 5 minutos. Tome ao longo do dia.

Recomendações: Praticar técnicas de relaxamento. Se o estresse e determinados problemas psicológicos, como ansiedade e hostilidade estão contribuindo para diminuir a sua libido, resulta conveniente meditar regularmente, praticar asanas de Yoga e realizar exercícios de respiração.