Os testículos são os órgãos reprodutores masculinos. Estão localizados no escroto e produzem os espermatozoides e testosterona, o hormônio sexual masculino.

Os testículos são dois órgãos em forma de ovo. No homem adulto medem entre 4 e 5 cm de comprimento, por 2 ou 3 cm de largura e cerca de 2 cm de espessura. O peso de cada um destes órgãos oscila entre 18 e 22 gramas.

Denomina-se orquite a inflamação do testículo, a qual se deve a uma infecção causada por vírus ou bactérias.

O microrganismo causador chega por via sanguínea ou linfática procedente de uma infecção localizada em outro ponto do organismo (como caxumba ou gripe), ou a partir de uma infecção das vias urinárias ou da próstata (cistite, prostatite, sífilis, gonorreia, etc.) e chega ao testículo pelos canais deferentes.

Remédios Caseiros Para Orquite: Inflamação e Dor Nos Testículos

Geralmente aparecem de repente. A inflamação, que provoca um aumento considerável do volume dos testículos vem acompanhada de uma intensa dor na área, vermelhidão ou inchaço do escroto e, geralmente, febre, mal-estar geral, náuseas e vômitos. Em alguns casos, os sintomas não se manifestam com intensidade, predominando os da doença que provocou a orquite.

Remédios Caseiros Para Inflamação e Dor nos Testículos:

  • Lave e cozinhe um rabanete ralado na água e faça uma compressa. Aplique esta quente (mas que não queime) nos testículos inchados até que esfrie. Realize este remédio várias vezes ao dia.
  • Despeje em uma xícara de água 1 colher de sopa de folhas de equinácea e ferva por 5 minutos. Coe e deixe esfriar. Tome 2 xícaras por dia durante 2 semanas.
  • Tome um banho quente de assento que contenha sal de Epson. Este remédio é muito eficaz para o tratamento dos testículos inchados.
  • Aplique uma pasta de óleo de rícino e bicarbonato de sódio na parte inflamada durante alguns minutos e depois enxague. Este remédio deve ser realizado diariamente durante cerca de 15 dias.

Leia também: “Por Que Doem os Testículos?”.

Perguntas e Respostas Sobre Orquite:

É possível que a inflamação de um testículo tenha uma origem venérea?

Sim, sempre que houver um contato sexual prévio com uma pessoa infectada. A sífilis é uma das doenças venéreas que com mais frequência provoca orquite; costuma se manifestar em poucos dias ou, às vezes, semanas após o contágio. Convém lembrar que tanto a orquite como a epididimite podem ser causadas por muitas outras infecções não venéreas.

É verdade que a caxumba pode causar inflamação dos testículos?

Em efeito. Esta complicação não ocorre quase nunca em crianças menores de 12 anos, mas se apresenta em 20% dos homens que contraem a caxumba após essa idade. Em alguns casos, fica como sequela uma atrofia permanente do testículo afetado, de modo que este perde a capacidade para produzir espermatozoides; no entanto, continua produzindo hormônios sexuais com total normalidade.

Hoje em dia, quando se comprova o início de uma caxumba em um homem adulto é administrada gamaglobulina específica contra o vírus causador, a fim de evitar que os testículos sofram transtornos; mas, infelizmente, este procedimento não é totalmente eficaz.

É frequente submeter ao tratamento cirúrgico uma infecção dos testículos?

Não. As infecções dos testículos não requerem quase nunca um tratamento cirúrgico de emergência. A maior parte deste tipo de intervenções se deve a uma torção do cordão espermático. Este cordão é constituído pelo conduto deferente, por vasos sanguíneos e por nervos para, e dele saem o testículo e o epidídimo.

Sua torção se produz quando o testículo gira em torno do eixo do cordão espermático e provoca a compressão dos vasos sanguíneos. Se não for operado rapidamente, o testículo é lesionado por falta de irrigação sanguínea.

Atenção, as sugestões encontradas nesse artigo não possuem base científica comprovada, sendo assim não devem ser substituídas, em hipótese alguma, por um tratamento médico convencional e/ou ao seguir essas sugestões, os sintomas ou condições a que esse artigo se propõem ajudar podem se agravar.

Denise Cipolli Terapeuta Holística

Denise Cipolli
Terapeuta Holística
Denise A. Ribeiro Cipolli possui mais de 5 anos de experiência em terapia holística e é formada pela UHB Universidade holística Do Brasil de Guaratinguetá desde 2012.