Afasia Infantil: O Que É, Causas, Sintomas E Tratamentos

A afasia é um transtorno causado por lesões nas partes do cérebro que controlam a linguagem e que pode dificultar a leitura, a escrita e a forma de se expressar. A afasia se encontra dentro dos transtornos da linguagem infantil de caráter adquirido. Ou seja, não se trata de um transtorno evolutivo que pode ser causado, por exemplo, por surdez e atraso mental. A afasia infantil é um transtorno adquirido, o que significa que é derivada de um traumatismo craniano, tumor ou doença infecciosa, entre outros.

Quais São as Causas da Afasia Infantil:

O cérebro é muito frágil ao nascer, especialmente nos bebês prematuros, e isso permite que diferentes causas possam provocar uma lesão cerebral. Assim, as causas da afasia infantil devem ser buscadas em algum tipo de lesão cerebral. Podem ser as seguintes:

Afasia Infantil: O Que É,  Causas, Sintomas e Tratamentos
  • Traumatismo crânio-encefálico (TCE).
  • Tumores: os principais tumores infantis costumam ser no cerebelo.
  • Infecções, como a encefalite (inflamação do cérebro).
  • Acidente cerebrovascular (ACV).
  • Anoxia cerebral aguda (falta de oxigênio no cérebro).
  • Hidrocefalia (acumulação excessiva de líquido no cérebro).
  • Epilepsia.

Tipos de Afasia Infância:

Existem quatro tipos principais de afasia infantil:

Afasia expressiva: a criança sabe o que quer dizer, mas tem dificuldade para falar ou escrever.
Afasia receptiva: a criança escuta a voz ou pode ler uma história, mas não encontra sentido ao que lê ou escuta.
Afasia anômica: a criança tem dificuldade para escolher as palavras corretas para descrever as coisas.
Afasia global: a criança não pode falar, entender o que está sendo dito, ler ou escrever.

Além disso, a afasia infantil pode se desenvolver em duas fases distintas: antes do nascimento ou após o nascimento, dependendo do momento em que se tenha dado a lesão. Portanto, pode-se diferenciar entre afasia perinatal e afasia adquirida infantil.

Afasia infantil perinatal: a lesão cerebral se produz durante a gravidez ou no momento do parto. Este tipo de lesões tem um prognóstico favorável no que diz respeito à aquisição da linguagem.

Afasia adquirida infantil: a lesão do cérebro ocorre entre os dois anos e oito ou nove anos, quando a linguagem já foi adquirida de forma parcial ou total.

Leia também: "Afasia: O Que É, Causas e Fatores Etiológicos".

Tratamento Para Afasia Infantil:

Se a lesão que sofreu o pequeno é perinatal, focal e unilateral não costuma ser necessária à intervenção do fonoaudiólogo, embora seja necessário acompanhar de perto o desenvolvimento da linguagem da criança e se certificar de que não aparecem outras dificuldades à medida que cresce e se desenvolve. Por outro lado, se a afasia foi adquirida, a criança manterá algumas capacidades sem problemas e outras com alterações. Neste caso, o tratamento a seguir será indicado pelo especialista, já que este vai depender do momento da lesão cerebral, da idade da criança, seus pontos fortes, etc.

Em geral, se a afasia ocorre antes do primeiro ano, a recuperação é considerada muito favorável. No caso, das lesões focais e unilaterais, quanto menor é a criança no momento em que se produz a lesão, melhor é o prognóstico graças à plasticidade cerebral. No entanto, as lesões difusas apresentam pior recuperação nos casos mais precoces, já que afeta de forma geral o cérebro do bebê, ainda muito imaturo.

Portanto, pode-se concluir que não existe um padrão único no déficit linguístico na afasia infantil. Os diferentes perfis do transtorno de linguagem, seu prognóstico e seu tratamento estão ligados a muitas variáveis: causas da afasia, a idade da criança, dificuldades que apresenta na aquisição da linguagem, etc. O mais importante, em caso de suspeitar que a criança possa sofrer afasia, é procurar o médico, que se encarregará, se considera oportuno, de contatar com o especialista.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Confira Mais Sobre Esse Assuto