Com tantas academias lotadas, conseguir uma vaga em um horário acessível é uma questão de sorte. Quando o problema não é esse, surgem as mensalidades e taxas extras para ter acesso aos aparelhos ou a um personal trainer exclusivo. Por essas e outras razões é que muitas pessoas acabam desistindo da prática de exercícios, prolongando o sedentarismo e expondo-se aos riscos de uma vida sem atividade física.

Como alternativa para aqueles que, mesmo com tantos empecilhos, gostam ou, no mínimo, precisam praticar exercícios, a ideia de montar uma espécie de academia em casa surge como uma luz no fim do túnel.

Sendo possível contar com grande parte dos equipamentos encontrados em uma academia convencional, a iniciativa visa facilitar a vida dos atletas, oferecendo vantagens como: poder malhar a hora que quiser, não ter que esperar para usar determinado aparelho e, principalmente, desfrutar de privacidade durante o treino.

Ficou interessado? Então, confira algumas dicas de equipamentos para montar um espaço fitness personalizado em sua própria casa.

Bicicleta ergométrica: Com dezenas de modelos, como a bicicleta vertical, a inclinada e a de spinning, o equipamento deve ser escolhido pelo quesito conforto. Busque por opções que se ajustem à sua altura e não hesite ao testar o produto para ver se ele se adapta ao seu corpo.

Stepper: Recomendado para a ginástica localizada, o equipamento é responsável por trabalhar os glúteos e as pernas.

Banco de supino e barras: Este aparelho é indicado para fortalecer a musculatura dos braços, peito e pernas, fazendo vários exercícios localizados de uma só vez. Na hora de comprar, porém, verifique a regulagem da altura do aparelho.

Esteira: É possível escolher entre a esteira mecânica e a esteira elétrica. A mecânica tende a ser mais barata, com o diferencial de que a cinta para de correr assim que a pessoa cessa o movimento. Já a elétrica possui várias opções de exercícios, incluindo treinos programados.

Remo seco: Indicado para quem quer definir o abdômen, o aparelho trabalha com a capacidade cardiovascular do atleta, ajudando a definir os músculos das costas, peitorais e braços.

Aparelhos abdominais pranchas ou em forma de arco: Trabalham os principais grupos musculares através de várias funções. É necessário que haja encosto para a cabeça e possibilidades de ajustes de acordo com o tamanho de quem irá os utilizar (para que não haja esforço desnecessário da lombar ou da cervical).

Além destes equipamentos, quem malha em casa pode ainda investir em acessórios como caneleiras, tornozeleiras, pesinhos e extensores, para trabalhar braços, pernas, abdômen, costas, entre outras regiões.

É importante lembrar apenas que, ao comprar aparelhos de ginástica domésticos, deve-se contar com um pouco de experiência para a prática de exercícios, a fim de evitar lesões e acidentes ao utilizá-los de forma incorreta.

A dica é recorrer ao auxílio de um profissional da área, como um personal, para orientá-lo nas escolhas e também durante as práticas das atividades. Lembrando ainda que não há necessidade de comprar todos os aparelhos. Basta escolher o mais indicado para o seu objetivo e ter uma vida mais saudável.