Essa fruta tem grandes fãs por suas muitas vantagens, é pequena, fácil de descascar e doce. Servida como sobremesa é ideal, bem como um lanche e algumas pessoas preferem mesmo é para o jantar. Essa fruta é rica em vitaminas, principalmente C, ácido fólico, possui minerais como potássio e magnésio e é saudável para o intestino.

Sobre o assunto, há agora mais um motivo para consumi-la. Cientistas da Universidade de Ontário descobriram uma substância que previne a obesidade e oferece proteção contra o diabetes e a aterosclerose.

Lembramos que uma das principais causas de morte no mundo são problemas cardíacos, e muitas destes são de doenças relacionadas à aterosclerose.

Foi constatado que os ratos alimentados com dieta rica em gorduras e açúcares desenvolveram a síndrome metabólica: elevados níveis de insulina e triglicérides, hipercolesterolemia. E apenas os ratos que receberam, além de uma dieta rica em gorduras e açúcares, mas também flavonoides, nos testes realizados mostraram que os níveis de colesterol, triglicérides, glicose e os níveis de insulina permaneceram normais e não ganharam peso.