O Que São Pedras nos Rins?

São partículas sólidas que se formam nos rins e, por vezes, se deslocam até a uretra (tubo que liga o rim à bexiga). O tamanho destas pedras varia de 1 milímetro a vários centímetros de diâmetro. Pode ter uma ou mais pedras. Ela afeta adultos com mais de 30 anos e ocorre mais frequentemente entre os homens.

Causas

Na maioria dos casos, as causas são desconhecidas. Pode estar relacionada aos seguintes fatores:

  • O excesso de sais na urina.
  • Obstrução da passagem da urina em qualquer nível.

Leia também: “10 Dicas Para Cuidar dos Rins“.

Sintomas

• Os episódios de cólicas (intermitente) são mais fortes a cada poucos minutos.

• A dor geralmente aparece primeiro na parte traseira logo abaixo das costelas.

• Durante várias horas ou dias, a dor que segue o curso da pedra através do ureter na virilha.

• Náuseas frequentes.

• Vestígios de sangue na urina.

• Urina pode parecer escura ou turva.

Fatores de Risco

• Diminuição do volume da urina devido à desidratação e clima quente.

• Maus hábitos alimentares (excesso de cálcio).

• Histórico familiar de cálculos renais.

Hiperparatireoidismo.

• Consumo excessivo de álcool.

Prevenção

• Beber 3 a 4 litros de líquido a cada dia, de preferência água pura.

• Evite leite e produtos lácteos se você tem uma pedra de fósforo e cálcio no rim.

• Evitar sudorese excessiva.

Leia também: “Pedras nos Rins: Remédios Caseiros Para Pedras nos Rins“.

Diagnóstico e Tratamento

Os testes de diagnóstico incluem: análise e cultura de urina, raios-x, ultra-som do rim e do trato urinário e urografia excretora.

Coe a urina com um filtro de papel ou gaze para detectar a passagem da pedra, ou urine em um recipiente de vidro, localize e recupere o lançamento de pedras na urina. Traga a pedra para o seu médico para analisar sua composição.

Não é necessário tratamento específico em caso de pequenas pedras isoladas, sem complicações devido à obstrução ou infecção.

O tratamento para eliminar as pedras maiores, onde não foram expulsas de forma espontânea e estavam causando complicações, infecções ou dor severa, oferece as seguintes opções:

  • A dissolução química, útil para certos tipos de pedras.
  • A remoção endoscópica de pedra, os cálculos muito grandes.
  • Nefrolitotomia percutânea, o corte de pedra. Extracorporal litotripsia choque (para os cálculos de alto status), evitando a cirurgia, mas às vezes requer várias sessões, e as pedras são expelidas de forma natural, o que pode ser doloroso.
  • Raramente cirurgia aberta.
  • As pedras produzidas por hiperparatireoidismo exigem a remoção cirúrgica do tecido anormal.

Medidas Gerais: o calor alivia a dor, coloque em uma banheira cheia de água quente. Beba muita água durante o ataque, facilita a expulsão da pedra.

Medicação: analgésicos.

Antiespasmódicos para relaxar os músculos do ureter e ajudar a expulsão das pedras.

Possíveis Complicações

• Infecção urinária.

• Disseminação da infecção para o sangue.

• Danos permanentes nos rins, no caso de exigir a remoção cirúrgica do mesmo.

Prognóstico

Pedras grandes são normalmente mantidas no rim sem apresentar sintomas, embora possam ser prejudiciais.
As pedras pequenas são facilmente expelidas através da uretra pela da urina.
Se a pedra parar e bloquear a urina, deve ser retirada para evitar danos nos rins.