O Que é Isoniazida?

Isoniazida é usada para prevenir ou tratar a tuberculose. Pode ser só para prevenir, ou em combinação com outros medicamentos para tratar a tuberculose. Este medicamento também pode ser usado para outras circunstâncias determinadas por seu médico. Se você estiver sendo tratado para a tuberculose ativa: Para ajudar a curar sua infecção por tuberculose completamente, é muito importante que você continue tomando este medicamento durante todo o tempo de tratamento, mesmo se você começar a se sentir melhor. Isto é muito importante. É também importante não esquecer de tomar nenhuma dose.

Se alguma das informações e dicas contidas neste artigo de saúde lhe causarem uma preocupação especial ou se quiser mais informações sobre o seu medicamento e sua utilização, consulte o seu médico, enfermeiro ou farmacêutico. Lembre-se de manter este e todos os outros medicamentos fora do alcance das crianças e nunca compartilhe seus medicamentos com outras pessoas.

Informações Importantes

Este medicamento pode causar alguns efeitos colaterais graves, incluindo danos à audição e os rins.

É mais provável a ocorrência de dano hepático em pacientes acima de 50 anos de idade.

Você e seu médico devem discutir o bem que este medicamento vai fazer, bem como os riscos de usá-lo.

Informe o seu médico, enfermeiro ou farmacêutico se…

  • É alérgico a algum medicamento, prescrito ou não.
  • Estiver grávida ou se planeja engravidar durante o uso deste medicamento.
  • Estiver amamentando.
  • Está tomando qualquer outro medicamento prescrito ou não.
  • Possui algum outro problema médico, especialmente abuso de álcool (ou histórico de) ou doença do fígado.

Posologia

Se tomar isoniazida causa queimação, tome com alimentos. Os antiácidos também podem ajudar. No entanto, não tome antiácidos que contenham alumínio quando tomar isoniazida, pois podem impedir que o medicamento funcione corretamente.

Para ajudar a curar sua infecção por tuberculose completamente, é muito importante continuar tomando este medicamento durante todo o tempo de tratamento, mesmo se você começar a se sentir melhor. Você pode ter que tomá-lo todos os dias por até 6 meses a 2 anos. É importante que você não esqueça nenhuma dose.

Seu médico pode querer que você tome (por exemplo, a vitamina B6) diária para ajudar a prevenir ou atenuar alguns dos efeitos colaterais da isoniazida. Se necessário, é muito importante tomar piridoxina a cada dia junto com o medicamento. Não perca nenhuma dose.

Se você esquecer uma dose deste medicamento, tome logo que possível. No entanto, se estiver quase na hora da dose seguinte, pule a dose esquecida e retome ao seu esquema posológico regular. Nada de doses duplas.

Para guardar este medicamento:

Mantenha fora do alcance das crianças. Armazene longe do calor e da luz direta. Não armazene no banheiro, perto da pia da cozinha, ou em outros lugares úmidos. Calor ou umidade podem comprometer o medicamento. Não guarde medicamentos vencidos.

Leia também: “Remédios Caseiros Para Tuberculose“.

Precauções

É muito importante que o seu médico verifique o seu progresso em visitas regulares. Além disso, verifique com seu médico imediatamente se a sua visão ficar borrada ou tiver perda de visão, com ou sem dor ocular durante o tratamento. Seu médico pode querer que você vá em um oftalmologista (médico dos olhos).

Se os sintomas não melhorarem dentro de 2 a 3 meses ou se piorarem, consulte o seu médico.

Pode ser mais provável ocorrer problemas no fígado, se você consumir bebidas alcoólicas regularmente enquanto toma este medicamento. Além disso, o uso regular de álcool podem fazer com que o medicamento não funcione corretamente. Portanto, é preciso limitar estritamente a quantidade de álcool que você toma enquanto estiver tomando este medicamento.

Se ao tomar isoniazida você se sentir muito cansado ou muito fraco ou se causar perda de apetite, náusea, instabilidade, dormência, formigamento, queimação ou dor nas mãos ou pés ou vômito, consulte o seu médico imediatamente. Estes podem ser sinais de alerta precoce do fígado ou dos nervos de que pode estar ocorrendo algo mais grave futuramente.

Diabéticos:

Este medicamento pode causar resultado falso em algumas análises de açúcar na urina. Consulte o seu médico antes de mudar sua dieta ou a dose de sua medicina do diabetes.

Efeitos Colaterais

Os efeitos colaterais que devem ser comunicados imediatamente ao seu médico:

Mais comuns: imperícia ou instabilidade, urina escura, perda de apetite, náusea ou vômito, dormência, formigamento, queimação ou dor nas mãos ou nos pés, cansaço ou fraqueza, olhos ou pele amarela.

Raros: visão turva, perda da visão ou dor ocular, convulsões, febre ou dor de garganta, dores articulares, alterações de humor ou outras alterações mentais, erupções cutâneas, hemorragias ou hematomas.

Os efeitos colaterais que geralmente não requerem atenção médica:

Estes efeitos secundários podem desaparecer durante o tratamento, mas se continuam ou são incômodos, verifique com seu médico, enfermeiro ou farmacêutico.

Mais comuns: dor de estômago, diarreia.

Outros efeitos secundários não mencionados acima podem também ocorrer em alguns pacientes. Se notar qualquer outro efeito, verifique com seu médico, enfermeiro ou farmacêutico.