Lábios, sobrancelhas, bochechas e até mesmo a língua. Tudo parece ser um material potencial para piercing. No entanto, é importante saber se vale a pena quando o “amor à arte” pode pôr em risco a nossa saúde, por exemplo, a perfuração de uma área tão delicada como a língua.

Os piercings estão anos na moda. Não há um local do corpo que escape do piercing: orelhas, nariz, umbigo, mamilos, boca e por ai vai.

Essa prática envolve não apenas os problemas habituais (infecção, rejeição, coceira, dor...) mas, dadas as condições inadequadas de higiene com frequência, podem representar outros riscos: a transmissão de hepatite B ou C, através do sangue e, em casos extremos, a propagação do vírus da AIDS.

Perigos do Piercing na Língua

Inchaço, dor, dificuldade de fala, mastigação, paladar, sangramento, aumento da salivação, infecção e reações alérgicas ao material.

O risco aumenta quando a perfuração é realizada na língua, onde existe um risco significativo de sangramento porque a área é rica em vasos sanguíneos.

Lesão e Dificuldade na Mastigação e Fala

Além da dor e inchaço que pode causar o piercing, quando mal tolerado, pode produzir um aumento do fluxo salivar, além de causar hipersensibilidade ou alergia ao metal.

O piercing na língua pode até dificultar a mastigação e fala, promovendo o surgimento de um tecido cicatricial incômodo ou ferir os nervos da língua. As lesões também podem ocorrer nos dentes pelo choque com a 'joia', assim se você tiver uma, deve ter cuidado, até se acostumar a usá-la.

Risco de Infecção

A língua, mais do que qualquer outra parte do corpo é suscetível ao risco de infecção. Em seu estado natural, a boca contém muitas bactérias, o que favorece o desenvolvimento de infecção caso a perfuração e o piercing não sejam bem desinfetados antes da colocação. Essas infecções podem afetar tudo, desde a mandíbula até toda a boca.

Se a pessoa também sofre de problemas dentários ou na boca, colocar um piercing na língua pode ser uma má ideia, por causa do risco de novas infecções.

Requer Muita Higiene

Especialistas salientam que a boca é uma importante fonte de infecção, onde as bactérias residem em milhões. A colocação de um piercing na boca ou língua aumenta o risco de halitose.

A melhor coisa a fazer é desistir do piercing em uma área frágil do corpo. Mas se você não pode resistir a esta tendência, pelo menos, seja extremamente cauteloso antes de fazer isso.

Verifique se a pessoa que vai colocar o piercing tem experiência comprovada nesta prática e exija que o material utilizado seja totalmente estéril.

Tenha melhor informação e veja as recomendações. Pense que, neste caso, o barato pode sair caro.