A citologia vaginal, conhecida também como Papanicolau, é um exame que se faz nas mulheres sexualmente ativas ou maiores de 20 anos, a fim de detectar a tempo qualquer alteração do colo do útero, e prevenir assim o câncer do colo do útero.

Embora o exame não seja 100% infalível, são detectados 95% dos casos de câncer do colo do útero, causando uma redução de 70% no número de mortes entre as mulheres com câncer de colo uterino.

O exame é relativamente simples, por isso, não devemos nos preocupar e ir relaxadas para o nosso compromisso. Na posição ginecológica, o médico introduzirá um aparelho que se chama espéculo na vagina, e com uma espátula recolherá três porções: do interior e do exterior do colo do útero e do fundo da vagina.

As células são colocadas numa lâmina de vidro ou num frasco que contém um conservante e, em seguida, enviadas ao laboratório para análise.

Para realizarmos o teste, será necessário:

  • Não estar no período menstrual.
  • Não ter tido relações sexuais nas 48 horas anteriores.
  • Não ter usado lubrificantes vaginais 24 horas antes.
  • Não ter realizado duchas vaginais no lapso de 48 horas antes.
  • Não ter aplicado nenhum tratamento médico vaginal (pomadas), durante as últimas 48 horas.
    Exame de Papanicolau ou Citologia Vaginal: O que é, Para que Serve e Como se Preparar

Também é importante saber que devemos evitar o exame de citologia vaginal enquanto estivermos no período menstrual, já que o sangue e as células do útero podem afetar a precisão do teste.

Quando os resultados são suspeitos ou positivos, são necessários outros testes (biópsia) para garantir a existência de um câncer do colo do útero no momento do diagnóstico.

Para mais informações, não deixe de conferir também o artigo “Saiba Mais Sobre a Citologia Cervical ou Papanicolau“.