Quais Alimentos São Proibidos Para Quem Tem Colesterol Alto

As pessoas que têm níveis elevados de colesterol são propensas a sofrer doenças cardíacas e acidentes cerebrovasculares que podem causar a morte, nos piores casos. Por isso, reduzir os níveis de colesterol no sangue, além de uma "boa figura", te proporcionará uma melhor saúde física. Por isso mesmo, neste artigo, falaremos sobre o colesterol alto e quais alimentos estão proibidos.

Quando você precisa reduzir os seus níveis de colesterol é importante incluir em sua dieta alimentos ricos em fibras como verduras, frutas e legumes, entre outros. Alguns outros que você também deverá considerar são os alimentos que contêm gorduras monoinsaturadas e poli-insaturadas, como o azeite de oliva, as nozes, o abacate e os peixes.

Embora incluir todos os tipos de alimentos mencionados anteriormente combata em grande medida o colesterol alto, é necessário eliminar da sua dieta muitos outros para que possa reduzir aos níveis normais. Você deverá, além disso, mudar tudo aquilo que prejudique dentro do seu estilo de vida. A seguir, falaremos sobre os alimentos que estão proibidos quando você tem colesterol alto.

Quais Alimentos são Proibidos para Quem tem Colesterol Alto

Leia também: "Como Reduzir o Colesterol Com Remédios Naturais".

Quais Alimentos estão Proibidos com o Colesterol Alto?

Todos os alimentos de origem animal têm algum grau de colesterol, mas, dependendo do animal e dos cortes, é possível encontrar em maior ou menor grau. Você deve evitar tanto quanto possível, os produtos lácteos com alto teor de gordura, como leite integral, creme de leite e manteiga. Você não deve comer carne vermelha mais de uma vez por semana e mariscos, fígado, carne de pato e bacon ficam completamente proibidos.

Neste caso, apenas recomenda-se consumir as proteínas magras (carnes com maior fibra muscular do que gordura). Entre elas podemos citar o peito de peru, o peito de frango (sem pele), o peixe e os cortes de carne, como filé.

Gorduras Trans. Estas gorduras pertencem aos alimentos que são altamente processados, como margarina, lanches e doces cozidos. Sua consequência principal é que aumentam o LDL (colesterol ruim) e reduzem o HDL (colesterol bom), por isso consumir alimentos que as contenham não é uma boa ideia. Evitar esses tipos de alimentos é essencial e para isso você deve ler muito bem os rótulos antes de comprá-los. Atualmente isso tem sido levado em conta para muitos produtos no mercado, pensando na saúde dos consumidores, já se apresentam livres deste tipo de gorduras.

Fast Food. Recorrer aos restaurantes de comida rápida significa que você comerá grande parte dos alimentos proibidos em um mesmo prato. Por isso a comida rápida é conhecida como "junk food" em muitos países, já que sao ricas em colesterol e pouco ou nenhum valor nutricional. A média de consumo de colesterol diário recomendado pelos nutricionistas é um máximo de 200 mg: ou seja, que todas as refeições feitas durante um mesmo dia não devem exceder essa quantidade de colesterol. Um único hambúrguer duplo contém 160 mg de colesterol. E se acrescentarmos a bebida com gás, ketchup e batatas fritas que o acompanham, normalmente você terá excedido a quantidade recomendada para todo o dia em apenas uma refeição.

Pizzas, hambúrgueres e tudo aquilo que podemos encontrar em qualquer restaurante de comida rápida convencional fica estritamente proibido se você quer reduzir seus níveis de colesterol. É preciso levar em conta que existem alguns restaurantes de comida rápida menos convencionais que podem ser uma boa opção para todas as pessoas que têm colesterol alto: trata-se daquelas cadeias que oferecem aos seus clientes comida saudável, pobre em gorduras e com alto valor nutritivo.

Laticínios. Os produtos lácteos, como leite integral, creme de leite, iogurte e a maioria dos queijos fornecem uma boa quantidade de colesterol ao corpo. Portanto, você deverá substituí-los da sua dieta por outros com menos gorduras. É recomendável que esta substituição seja progressiva e não arbitrária. Em vez de consumir leite desnatado imediatamente você deve começar com o semidesnatado para que possa se acostumar pouco a pouco com a mudança de sabor e textura.

Sobremesas. Tudo o que pode ser comprado em uma padaria é estritamente proibido para as pessoas com colesterol alto. A maioria dos bolos, biscoitos, donuts e outros costuma ser feita com gorduras saturadas ou parcialmente hidrogenadas, o que não é bom para a saúde. Acostume-se a fazer suas sobremesas em casa com ingredientes saudáveis: embora não possa voltar a comer todas aquelas sobremesas que vê nas vitrines das padarias, não significa que não existam outras mais saudáveis que adoçam igualmente o paladar.

Salsichas. As carnes processadas são ricas em gorduras trans e colesterol em geral e, portanto, altamente prejudiciais para as pessoas com hipercolesterolemia. No entanto, a quantidade de gorduras que estas têm dependerá muito do animal e da parte dele da qual proceda. Por isso, existem algumas opções que você poderia comer de forma controlada, como salsicha de peru (que possui muito pouca gordura em comparação com as fabricadas com carne de porco).
Mariscos

Muito ao contrário do peixe, os marisco são muito ricos em colesterol. Embora se costume acreditar no contrário, este tipo de alimento é prejudicial para as pessoas com colesterol alto, pois, embora sejam pobres em gorduras e calorias, têm altas quantidades de colesterol. Por esta razão, mexilhões, ostras, lagostas e camarões estão proibidos se você desejar reduzir seus níveis de colesterol.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

;
Confira Mais Sobre Esse Assuto