Os olhos são chamados o espelho da alma, mas pode ser muito mais do que isso. Analisados por um médico, eles podem ser a janela para descobrir determinados sintomas que indicam outras condições no corpo. Embora te pareça estranho, muitas doenças manifestam-se através dos olhos, como diabetes e alguns problemas cardíacos. Aqui, te contamos outros exemplos, assim que você esteja atento e não descuide da sua visita anual ao oftalmologista.

Quão úteis e importantes são os olhos! Você pode imaginar um dia sem eles? Eles trabalham para nós constantemente, o que nos permite ver o mundo que nos rodeia. Também têm a sua própria “linguagem” já que sem dizer uma palavra, podem expressar alegria, tristeza e raiva. Para um especialista treinado, os olhos podem inclusive dizer muito mais: não apenas mostram sintomas de condições que os afetam diretamente, como glaucoma ou catarata, também podem mostrar sinais relacionados com algum outro transtorno de saúde, como diabetes ou problemas de coração.

Mas isso não é tudo. Os olhos podem permitir ver outras doenças sistêmicas (de outras partes do corpo), como aneurismas, HIV, câncer e outras doenças hereditárias. Por isso, é importante fazer controles periódicos da visão, especialmente após os 40 anos (ou mais cedo, se em seus antecedentes familiares existem membros que têm ou tiveram problemas com a visão).

O Olho Avisa! Sintomas Que Anunciam Outras Doenças

Leia também: “O Que Esperar de uma Visita ao Oftalmologista?

As visitas regulares com os especialistas que lidam com a saúde dos olhos (oftalmologistas), permitirão detectar os sinais que delatam esse tipo de distúrbios, e que apenas eles podem interpretar. Mas há outros sinais nos olhos que são visíveis para todos. Por exemplo, preste atenção aos seguintes sintomas que podem te alertar sobre um problema de saúde:

Olhos amarelos: algumas doenças do fígado, incluindo hepatite e cirrose, podem fazer com que a parte branca dos olhos tome esta cor.

Olhos salientes: pode ser uma questão de características familiares, mas muitas vezes indicam que a glândula tireoide não está funcionando bem. Isso faz com que os tecidos circundantes do olho inchem e deem uma aparência de abaulamento ou saliente.

Olhos avermelhados: existem pequenos vasos sanguíneos que cobrem os olhos, por isso às vezes podem ser provocados derrames, que contrastam com o branco ao redor da íris (o que se vê azul, verde, cinza, café ou marrom). Na maioria dos casos, isso não tem nenhuma causa óbvia, mas às vezes pode indicar pressão alta ou problemas com a coagulação do sangue.

Olhos de diferentes cores ou heterocromia. Em geral, é uma condição que é herdada, mas às vezes pode estar relacionada com alguma lesão nos olhos, hemorragia (sangramento) ou a presença de um corpo estranho. Também pode estar relacionada com outras condições, como o glaucoma, síndrome de Waardenburg (que é um defeito de nascença) ou neurofibromatose.

Pálpebras caídas ou ptose: Em geral, é um sinal da passagem do tempo e do envelhecimento natural das pessoas, mas em alguns casos isolados, pode indicar a presença de um tumor cerebral ou uma doença neuromuscular conhecida como miastenia gravis, que interfere com as mensagens que os nervos enviam para os músculos.

Irregularidades das pupilas: Em geral, a parte preta dos olhos é do mesmo tamanho em ambos os olhos, e reage da mesma maneira diante da exposição à luz. Quando reagem de maneira diferente, podem indicar distintos problemas, entre os quais se destacam os problemas cardíacos, um tumor no cérebro ou no nervo óptico, um aneurisma cerebral (um alargamento ou dilatação da parede de uma artéria do cérebro), sífilis (uma doença de transmissão sexual causada por uma bactéria) e esclerose múltipla (uma doença do sistema nervoso que afeta o cérebro e a medula espinal).

E a lista poderia continuar. Leve em conta que as crianças também podem ter sinais oculares que indicam a presença de outros problemas de saúde. Estes podem ser:

Olho turvo ou um olho maior do que o outro: se um bebê ou uma criança tem um olho (na verdade, a córnea) maior do que o outro pode ser um sinal de glaucoma congênito. Um reflexo branco na pupila pode indicar uma catarata congênita, tumor dentro do olho (que se conhece como retinoblastoma), ou uma infecção por parasitas.

Olhos cruzados ou preguiçosos (ambliopia): é uma condição que pode ser corrigida a tempo, mas pode também ser devido a um tumor no interior do olho ou um problema neurológico. Leve a criança a um especialista para determinar a causa correta e pode ser tratada.

Novamente, se você notar algo estranho na cor, brilho ou forma do olho do seu filho, não se esqueça de consultar um especialista.

No caso dos adultos: se você tem 40 anos de idade ou mais, ou se algum membro da sua família sofre ou sofreu problemas de visão, não deixe de ir a consultas periódicas com o oftalmologista para que te examine e para que possa te orientar sobre os cuidados dos seus olhos. Assim, você pode detectar qualquer condição, antes que se complique e seja mais difícil de resolver.