A Atorvastatina pertence a uma classe de medicamentos conhecidos como “estatinas”. Esse medicamento reduz a quantidade de colesterol “ruim” e os triglicérides e aumenta o colesterol “bom”, esse medicamento deve ser usado em conjunto com uma alimentação adequada.

Para Que Serve a Atorvastatina

A Atorvastatina é indicada para reduzir o colesterol “ruim” e as gorduras (como o LDL, triglicerídeos) e aumentar o colesterol “bom” (HDL) no sangue.

Além de se levar uma alimentação adequada, devem ser feitas outras mudanças no estilo de vida, fazer atividade física, perder peso (se estiver acima) e parar de fumar, ajudando assim o medicamento a funcionar melhor. Converse com o seu médico para mais informações.

Atorvastatina: Para Que Serve e Como Usar

Como Usar Atorvastatina

Antes de tomar atorvastatina, leia a bula do medicamento e qualquer dúvida, converse com o seu médico.

Tome esse medicamento por via oral com ou sem alimentos, conforme indicado pelo seu médico, geralmente 1 vez por dia.

A dosagem é baseada na sua condição médica, idade, resposta ao tratamento e inclusive outros medicamentos que você pode tomar.

É muito importante continuar a dieta e ter uma rotina de exercícios.

Leia Mais:"Sinvastatina: Para Que Serve e Como Usar".

Efeitos Colaterais do Atorvastatina

Um número muito pequeno de pessoas que tomam atorvastatina podem ter problemas leves de memória ou confusão. Se isso ocorrer, fale com o seu médico.

Raramente as estatinas podem causar ou agravar o diabetes, converse com o seu médico sobre os benefícios e riscos desse medicamento.

Atorvastatina raramente causa problemas musculares. Informe imediatamente seu médico se desenvolver alguns desses sintomas durante o tratamento: dores musculares, fraqueza, sinais de problemas renais.

Esse medicamento raramente causa danos ao fígado. Se notar algum desses sintomas raros, porém graves, informe imediatamente o seu médico: pele e olhos amarelados, urina escura, dor abdominal grave, náuseas e vômitos persistentes.

Essa não é uma lista completa de possíveis efeitos colaterais. Se notar outros sintomas não listados acima, informe o seu médico.

Cíntia Carvalho Farmacêutica

Cíntia Carvalho
Farmacêutica
Cíntia Carvalho, Farmacêutica Generalista formada pela Faculdade Pindamonhangaba em 2008, com registro no Conselho Regional de Farmácia CRF 46389.