Sinvastatina pertence a um grupo de medicamentos conhecidos como "estatinas". Funciona reduzindo a quantidade de colesterol "ruim" e aumentano o colesterol "bom", diminuindo assim o risco de doenças cardíacas e ajudando a prevenir derrames e ataques cardíacos.

Para Que Serve Sinvastatina

A sinvastatina é usada em conjunto com uma dieta adequada para ajudar a reduzir o colesterol "ruim" e as gorduras (como os triglicerídeos) e a aumentar o colesterol “bom” (HDL) no sangue.

Além de ter uma alimentação adequada, outras mudanças no estilo de vida que podem ajudar o medicamento funcionar melhor incluem atividade física, perder peso se estiver acima do peso e parar de fumar. Converse com o seu médico para mais detalhes.

Sinvastatina: Para Que Serve, Como Usar e Efeitos Colaterais

Como Usar Sinvastatina

Tome esse medicamento por via oral, conforme indicado pelo seu médico, geralmente uma vez por dia à noite.

A dosagem é baseada na sua condição médica, idade, resposta ao tratamento e medicamentos que você toma.

A dosagem máxima habitual para esse medicamento é de 40 mg por dia. Se você foi instruído pelo médico a tomar mais de 40 mg, continue com a dosagem indicada. No entanto, converse com o seu médico sobre os riscos e benefícios da sua dose mais alta.

É importante seguir exatamente as recomendações do seu médico. Pode levar até 4 semanas antes de você obter o benefício total desse medicamento.

Embora seja um dos princípios ativos mais potentes para reduzir o colesterol, é necessário conhecer as contraindicações e os efeitos colaterais da sinvastatina para evitar possíveis complicações.

Contraindicações da Sinvastatina

Embora a sinvastatina seja um medicamento amplamente usado para tratar dislipidemia, é necessário conhecer as suas contraindicações e efeitos adversos, para estar alerta diante de possíveis efeitos indesejados do dito princípio ativo.

  • Pacientes com doenças hepáticas pré-existentes.
  • Pacientes com transaminases elevadas.
  • Pacientes com alcoolismo crônico.
  • Pode produzir malformações congênitas ou abortos espontâneos em mulheres grávidas.
  • Pacientes com insuficiência renal.

Efeitos Colaterais da Sinvastatina

Enquanto a sinvastatina é um medicamento bem tolerado, pode apresentar as seguintes complicações:

  • Miopatia.
  • Astenia.
  • Diarreia.
  • Náuseas.
  • Vômitos.
  • Dores de cabeça.
  • Pancreatite aguda.
  • Neuropatia periférica.

Embora em alguns casos possa surgir alguma dessas contraindicações e/ou efeitos colaterais, a indicação de sinvastatina em hipercolesterolemia é uma prática habitual, graças ao seu mecanismo de ação sobre as diferentes frações de colesterol e triglicerídeos.

Em qualquer caso, como qualquer outro medicamento deve ser usado somente sob prescrição e supervisão médica, por isso, é importante consultar o seu médico diante de qualquer dúvida ou efeitos adversos, que possam estar relacionados ao seu consumo.

Cíntia Carvalho Farmacêutica

Cíntia Carvalho
Farmacêutica
Cíntia Carvalho, Farmacêutica Generalista formada pela Faculdade Pindamonhangaba em 2008, com registro no Conselho Regional de Farmácia CRF 46389.