Alguma vez você já se perguntou por que nos sentimos melhores em dias de sol e as vezes temos dores de cabeça e fadiga inexplicáveis quando o tempo está cinzento e chuvoso lá fora?

Embora a relação entre as condições meteorológicas e bem-estar seja evidente em muitas ocasiões, cientificamente, não é bem pesquisado e ainda não está clara. Biometeorologia é o único estudo interdisciplinar que examina a relação entre as condições atmosféricas e as pessoas.

O rápido declínio da pressão atmosférica pode afetar o pH no sangue, pressão arterial e permeabilidade do tecido. Têm sido pesquisadas maneiras sobre como o clima pode afetar a saúde humana, tais como dores nas articulações durante a frente fria, sintomas muito comuns que afetam o sistema cardiovascular causam dores de cabeça e oscilações da pressão arterial. Neste artigo, gostaríamos de nos concentrar na potencial conexão entre as condições atmosféricas e enxaquecas e pressão arterial elevada.

Existem indícios de que o clima pode afetar a vasodilatação ou vasoconstrição, mas não há evidência científica suficiente do por que isso está acontecendo e o que pode ser feito para aliviar os sintomas. Alguns cientistas acreditam que uma rápida mudança no clima e, possivelmente, a ionização do ar possam alterar o equilíbrio químico do corpo humano, provocando doenças dolorosas, como dores de cabeça. Baixa pressão atmosférica, espessamento das nuvens, aumento da umidade e variações de temperatura parecem desencadear ou agravar mais ataques de enxaqueca do que qualquer outro padrão de tempo.

Tempo e Bem-Estar Como o Clima Afeta Nossas Vidas

Mas Por Que Isso Está Acontecendo?

Estudos sugerem que o campo eletromagnético influencia padrões cerebrais, irrita os nervos e muda a química do corpo. Há também uma possível conexão negativa entra as mudanças no campo eletromagnético da Terra durante as tempestades solares e dores de cabeça e enxaquecas, mas isso não é bem pesquisado. Evidências estão disponíveis, no entanto, para apoiar a teoria de ionização como gatilho.

Os íons são partículas no ar tanto elétrons muito negativos (carga negativa) como com falta de elétrons (com carga positiva). Ionização positiva é dito que causa a liberação excessiva de serotonina na corrente sanguínea. Isso resulta em constrição e dilatação dos vasos sanguíneos no cérebro e na parte traseira do olho. Isso desencadeia a dor de cabeça ou enxaqueca e também pode afetar nossa visão.

A redução da radiação solar pela cobertura de nuvens também pode afetar nosso bem-estar. Ao aumentar o nível de brilho, o sistema nervoso autônomo é afetado por mudanças na constrição da pupila do olho. Isso aumenta a taxa de atividade física e leva a um sentimento geral de bem-estar. Os raios do sol causam mudanças químicas no neurotransmissor ou na síntese do hormônio no cérebro, talvez estimulando a produção do hormônio adrenalina, que estimula a mente e o corpo. Por outro lado, a falta de luz é frequentemente associada com estados de relaxamento, cansaço e sonolência. Portanto, esta pode ser a razão de nos sentirmos preguiçosos e sonolentos em um dia chuvoso.

Infelizmente não podemos escapar das mudanças climáticas, mas podemos tentar controlar a forma como isso nos afeta:

  • Evite alimentos e bebidas que mais afetam a vasoconstrição, como a cafeína, álcool, chocolate, tabaco, etc.
  • Certifique-se de dormir o suficiente, mas não dormir demais. É muito tentador ficar na cama mais tempo em um dia cinzento e chuvoso, mas pode contribuir ainda mais para dor de cabeça e fadiga.
  • Tente evitar o estresse, não leve trabalho para casa, deixe para outro dia, não se sobrecarregue.
  • Tome um bom suplemento multivitamínico, tente consumir alimentos ricos em magnésio (banana, grão-de-bico, beterraba, granola, aveia, arroz integral, castanhas, amendoim, soja, camarão, leite em pó, ostra). O óxido nítrico (NO) ajuda a dilatar os vasos sanguíneos e também é encontrado em alimentos como a beterraba que é uma fonte muito rica de NO.
  • Tente evitar os anti-histamínicos e descongestionantes pelo fato de que esses medicamentos contraem os vasos sanguíneos.
  • Saia para uma corrida ou faça algum exercício moderadamente intenso de preferência fora de casa. Sabemos que isto pode ser a última coisa em sua mente, mas o exercício promove a vasodilatação e aumenta o fluxo de sangue, que ajuda a evitar a dor de cabeça. Também lhe proporciona energia e ilumina o seu humor.
  • Tente sair de casa com mais frequência. Mesmo se for apenas sair sem destino para uma breve caminhada, ainda é melhor do que nada. Uma das teorias sobre por que somos tão suscetíveis a mudanças climáticas, é o fato de que nós gastamos muito tempo em ambientes fechados. Em teoria quanto mais você se expõe ao mundo de fora da sua porta menos será afetado pelas mudanças atmosféricas. Tente sair para uma caminhada no parque ou uma corrida leve, mesmo se estiver chovendo você vai se sentir muito melhor depois de se expor ao mundo.
  • Não fique em locais muito escuros, de preferencia compre uma lâmpada bem forte no sentido de iluminação. Algumas pessoas dizem que isso ajuda. O purificador de ar pode ajudar também. Na verdade, tem sido pesquisado como um tratamento potencial para a SAD (Seasonal Affective Disorder) e depressão.

Esperamos ter ajudado.