Mirtazapina (Oral)

O que é Mirtazapina?
Mirtazapina é usado para tratar a depressão mental.

Se alguma das informações e dicas contidas neste artigo de saúde lhe causa preocupação especial ou quiser mais informações sobre o seu medicamento e sua utilização, consulte o seu médico, enfermeiro ou farmacêutico. Lembre-se de manter este e todos os outros medicamentos fora do alcance das crianças e nunca compartilhar seus medicamentos com os outros.

Informações importantes:

Informe o seu médico, enfermeiro ou farmacêutico se. . .

Mirtazapina (Oral)
  • é alérgico a algum medicamento, prescrito ou não;
  • estiver grávida ou se planeja engravidar durante o uso deste medicamento;
  • estiver amamentando;
  • está tomando qualquer outro medicamento prescrito ou não; especialmente monoamina oxidase;
  • tiver outros problemas médicos; especial doença hepática.

Posologia
Tome este medicamento somente como orientado por seu médico para melhorar a sua condição de saúde. Não tome mais do que o prescrito por seu médico.

Mirtazapina pode ser tomado com ou sem alimentos, com o estômago cheio ou vazio. Siga as instruções do seu médico.

Para guardar este medicamento:

Mantenha fora do alcance das crianças. Armazene longe do calor e da luz direta. Não armazene no banheiro, perto da pia da cozinha, ou em outros lugares úmidos. Calor ou umidade podem alterar o medicamento. Não guarde medicamentos desatualizados ou medicamento não mais necessários. Certifique-se de que está descartado qualquer medicamento fora do alcance das crianças.

PRECAUÇÕES
É importante o seu médico verificar o seu progresso em visitas regulares, para permitir mudanças na sua dose e ajudar a reduzir os efeitos colaterais.

Mirtazapina não deve ser tomado com inibidores da monoamina oxidase (eg, furazolidona, isocarboxazida, fenelzina, procarbazina, selegilina, ou tranilcipromina) ou antes de 14 dias após parar uma monoamina oxidase. Fazer isso pode aumentar a probabilidade de efeitos secundários graves.

Este medicamento aumentará a influência do álcool e outros depressores do sistema nervoso central (medicamentos que retardam o sistema nervoso, podendo causar sonolência). Consulte o seu médico antes de tomar calmantes, como ao usar este medicamento.

Mirtazapina pode causar sonolência e dificuldade para pensar.

Certifique-se de que você reage bem a este medicamento antes de conduzir ou utilizar máquinas ou realizar outras tarefas que exijam estar alerta e lúcido.

Podem acontecer tonturas, vertigens ou desmaios, especialmente quando se levantar de uma posição deitada ou sentada.

Levantar-se lentamente pode ajudar. Se o problema persistir ou se agravar, consulte o seu médico.

Este medicamento pode causar secura da boca. Para o alívio temporário, use chicletes sem açúcar ou doces sem açúcar, derreta pedaços de gelo em sua boca, ou use um substituto de saliva. No entanto, se sente a boca seca por mais de 2 semanas, consulte o seu médico ou dentista. A persistência da secura da boca pode aumentar a chance de doenças dentárias, incluindo cáries, doenças gengivais e infecções fúngicas.

EFEITOS COLATERAIS
Os efeitos colaterais que devem ser comunicados imediatamente ao seu médico:

Raros - apreensões, feridas na boca, febre, calafrios, dor de garganta.

Outros efeitos colaterais que devem ser comunicados ao seu médico:

Menos comuns - diminuição ou aumento do movimento, mental ou alterações de humor, falta de ar, inchaço.

Raros - diminuição da capacidade sexual, dor, períodos menstruais ausentes.

Os efeitos colaterais que geralmente não requerem atenção médica:

Estes efeitos secundários podem desaparecer durante o tratamento, mas se eles continuam ou são incômodos, verifique com seu médico.

Mais comuns - constipação, tonturas, sono, boca seca, aumento do apetite, ganho de peso.

Menos comuns - dor abdominal, sonhos anormais, dor nas costas, tonturas ou desmaio quando se levanta de repente, de uma posição deitada ou sentada, micção frequente, aumento da sensibilidade ao toque e dor, aumento da sede; pressão baixa, dores musculares, náuseas, sensação de movimento constante; tremores ou agitação, vômitos, fraqueza.

Outros efeitos secundários não mencionados acima podem também ocorrer em alguns doentes. Se notar qualquer outro efeito, verifique com seu médico.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

;
Confira Mais Sobre Esse Assuto
  • Sacarina: Efeitos Do Adoçante Sacarina Sobre Os Rins

    A sacarina é um adoçante artificial, cujo consumo tem sido e continua sendo muito controverso desde sua descoberta até o momento. A sacarina é produzida a parti...

  • Iodeto De Potássio (Oral)

    Hoje falamos sobre o Iodeto de potássio que é usado para proteger a tiróide contra os efeitos da radiação de inalação ou ingestão de iodo radioativo. Pode ser ...

  • Contraceptivos Orais De Estrógeno E Progesterona

    Muitas mulheres no momento de evitar uma gravidez optam pelos contraceptivos orais que contém dois tipos de hormônios: progesterona e estrogênio. Para isso, é n...

  • Leucovorin (Oral/injetável)

    Hoje falamos sobre um medicamento, Leucovorin, utilizado como um antídoto para os efeitos nocivos de alguns medicamentos para câncer administrado em doses elev...

  • Metoclopramida (Injetável)

    Hoje falamos sobre um medicamento injetável, Metoclopramide, é usado para prevenir náuseas e vômitos que podem ocorrer após o tratamento com drogas anticâncer....

  • Letrozol (Oral)

    Hoje falamos sobre o medicamento, Letrozol, usado para tratar certos tipos de câncer de mama em mulheres. Este medicamento deve ser utilizado em mulheres cuja ...