Esta condição, também conhecida como angina, é um sinal de que há um problema arterial que necessita de tratamento de um cardiologista.

Um pré-infarto é uma doença cardiovascular, caracterizada como um ataque de coração com forte dor no peito. O pré-infarto surge porque há uma redução do fluxo sanguíneo para o coração.

Sintomas de Um Pré-infarto

Dor ou desconforto no peito de repente, se trata de uma dor aguda, de opressão. Que estende-se para o pescoço, ombro, ou o braço esquerdo. A sensação é como se algo pesado caísse em cima do peito e este fosse explodir.

Sintomas Associados com Pré-infarto:

  • Náusea.
  • Fadiga.
  • Falta de ar constante, dificuldade para respirar.
  • Ansiedade, sudorese, palidez, tontura e angustia na crença de que a morte é iminente.
  • Tontura.
  • Transpiração.
  • Sensação de cansaço.

Nem sempre sofrer de uma severa dor no peito é sinônimo de um pré-infarto. Muitas dores no peito estão associadas a outras doenças tais como a gastrite, pneumonia e flatulência, entre outras.

As pessoas susceptíveis a um pré-infarto são aquelas com histórico familiar, obesidade, sedentarismo, colesterol alto, estresse, tabagismo, e também aquelas que possuem uma dieta rica em carboidratos e gorduras excessivas.

O pré-infarto pode causar a morte, por isso quando você reconhecer algum destes sintomas do infarto, você deve ir com urgência ao médico. Além disso, se não houver controle médico da angina, o paciente também pode sofrer um infarto do miocárdio.

Como Prevenir o Risco de Infarto

Para evitá-lo, é aconselhável seguir uma dieta saudável, à base de peixes, gorduras boas, vegetais e frutas. Também é de grande ajuda fazer exercícios diários, pois ajuda o coração a bombear sangue.

Embora o infarto seja um problema grave, existem alguns simples estilos de vida que você deve levar em conta, para reduzir o risco de desenvolver doenças cardíacas:

Consuma Alimentos Saudáveis e Nutritivos

Faça uma alimentação balanceada com vegetais, peixes, legumes, frutas e cereais integrais que são ricos em fibras.

Leia os Rótulos dos Alimentos

Informe-se sobre a quantidade de gordura saturada, gorduras totais, colesterol, carboidratos e calorias totais por porção, na etiqueta de informação nutricional.

Controle o Estresse

Já que pode ser prejudicial, pois aumenta a pressão sanguínea, o colesterol no sangue e aumenta o risco de sofrer taquicardia. Tente relaxar, sorrir e não se zangue, para controlar o estresse e evitar o risco de infarto.

Deixe de Fumar

O tabaco é um alto risco para as doenças cardiovasculares e crônicas.

Mantenha Um Peso Saudável

Se você sofre de obesidade ou sobrepeso, tente perder o excesso, evitando as dietas rápidas. Vá em uma nutricionista para ter uma alimentação ideal e assim prevenir o risco de infarto.

Realize Exercício com Regularidade

Incorpore um maior nível de atividade em sua rotina diária, como musculação ou caminhar ou pratique algum esporte da sua preferência.

v