A diarreia é talvez uma das doenças que mais acometem crianças na primeira infância (entre 4 - 30 meses).

No caso dos bebês, não é fácil determinar se eles têm diarreia, já que durante os primeiros meses de vida suas fezes são frequentes.

Para descobrir se é diarreia, é importante saber que antes do seu aparecimento, o bebê chora com mais frequência do que o habitual, e não deseja comer.

Talvez, então, logo apresente febre e vômito antes que o bebê comece a evacuar muitas vezes com fezes soltas, e inclusive aguadas, de cor marrom esverdeada e cheiro pior do que o habitual.

Depois, o bebê apresenta a barriga inchada, com sons frequentes do intestino e, depois de algum tempo, ela desincha, devido à perda de líquido.

Entre as Causas Mais Comuns de Diarreia em Crianças Estão:

  • Infecções virais (rotavírus).
  • Infecções bacterianas (Salmonella, Shigella, E. coli, Campylobacter).
  • Infecções parasitárias (Giardia).
  • Alergias ao leite ou outros alimentos.
  • Mudanças na dieta (introdução de um novo alimento).
  • Efeitos colaterais dos medicamentos orais (especialmente antibióticos).
  • Intoxicação alimentar (cogumelos, mariscos ou alimentos contaminados).

Leia também: "Diarreia: Causas, Sintomas e Alimentação".

O Que Fazer Quando O Bebê Está Com Diarreia?

Quando o bebê está com diarreia, você deve tentar manter o bebê hidratado. Consulte o seu pediatra o quanto antes, para explicar o que o bebê está se alimentando e ele te indicará quais mudanças realizar e os passos a seguir.

Leite Materno

Se estiver amamentando o bebê, continue alimentando o bebê normalmente, já que o leite materno acelera a recuperação.

Nan

Talvez o pediatra te indique também que você continue dando Nan (se toma fórmula) e que ofereça ao bebê soluções com eletrólitos que ajudam a repor a água e os sais minerais perdidos na diarreia. Use apenas o que o médico te indicou.

Quando procurar um médico?

Se a diarreia não parar, durar mais de 24 horas, vá com urgência ao pediatra, já que se trata de uma emergência médica e o bebê necessita de cuidados de imediato.

Também é importante chamar o médico ou levá-lo para emergência, se o bebê tiver febre de 38,8°C ou mais alta, se as fezes têm sangue ou pus ou se as evacuações são negras, como borra de café.

Tenha em mente que a diarreia é desconfortável, mas no geral não é perigosa se o bebê continuar consumindo líquidos e seguir sua dieta regular (seja o leite materno, nan ou os alimentos de bebê de acordo com a sua etapa de crescimento).

Se a diarreia não parar, e se apresentarem também os vômitos, que aceleram a desidratação, leve o bebê no médico. Se você aprender a reconhecer a tempo os sinais de desidratação, poderá tomar medidas para evitar que se converta em um caso grave e seu bebê possa se sentir confortável, satisfeito e feliz o quanto antes.

Para evitar desidratação, os bebês de até 10 kg, com diarreia e vômito, devem receber cerca de 180 ml de líquido por dia para cada kg de peso, enquanto as crianças com mais de 10 kg, devem receber por dia de 60 a 90 ml por kg de peso.

Dicas de Cuidados Para Diarreia Infantil

Forneça A Criança Uma Dieta Leve

Uma vez superada a diarreia, é necessário iniciar novamente a alimentação com uma maçã ralada ou com uma banana madura, a cada três horas, observando a aceitação. Logo você pode adicionar sopa de cenoura.

Não Oferecer Leite de Vaca ou Produtos Lácteos Para a Criança

Muitas crianças têm problemas para digerir o leite de vaca quando estão doentes. Isso porque muitas vezes a doença provoca danos superficiais no intestino, o que interfere na produção normal de lactase, a enzima que ajuda a digerir a lactose do leite.

Se seu bebê consome fórmula com leite de vaca, é necessário substituí-lo por um de soja ou um hipoalergênico que não contenha lactose. Se o bebê ainda toma leite de sua mãe, deve continuar a tomar, pois ajuda seu fortalecimento.

Remédios Caseiros Para Diarreia Infantil

Suco de Limão, Bicarbonato, Sal e Açúcar

Ferva por 5 minutos, 1 litro de água e quando a água estiver morna, despeje o suco de 1 limão, 1 colher de chá de sal, outra de bicarbonato e mais 2 colheres de açúcar. Faça a criança tomar ao longo do dia.

Chá de Maçã

Lave e descasque duas maçãs. Em seguida, ferva-as em 1/2 litro de água durante 10 minutos. Coe e faça a criança tomar ao longo do dia.

Suco de Limão com Polvilho e Açúcar Mascavo

Despeje em 10 copos de água 2 colheres de sopa de polvilho e misture com o suco de um limão pequeno e 1 colher de chá de açúcar mascavo. Faça a criança tomar ao longo dia.

Chá de Erva-Doce

Despeje uma colher de sopa de erva-doce em 1 copo de água que está fervendo. Cubra e deixe esfriar. Faça a criança tomar esse chá ao longo dia.

Mingau de Arroz

Lave 100 gramas de arroz em água quente, deixe de molho por três horas, coloque no fogo em uma panela e cozinhe até ficar macio. Após o cozimento, colocar 500 ml de água. Deixe esfriar um pouco, amasse bem, coe e adicione uma pitada de sal e uma colher de sopa de açúcar. Divida este mingau em cinco porções. Este remédio é indicado para crianças maiores de um ano, que não sejam alimentadas por leite materno.

Atenção, as sugestões encontradas nesse artigo não possuem base científica comprovada, sendo assim não devem ser substituídas, em hipótese alguma, por um tratamento médico convencional e/ou ao seguir essas sugestões, os sintomas ou condições a que esse artigo se propõem ajudar podem se agravar.