A hortelã, também chamado de erva-sapo ou erva-virgem, é uma planta da família Labiatae que normalmente alcança até 70 cm de altura.

O caule é reto, robusto e quadrado está coberto com uma densa e macia penugem esbranquiçada. As folhas são grossas, macias, pontiagudas e com margem dentada.

Quanto às flores, estas são pequenas, tubulares, de cor branca e aparecem nas uniões entre as folhas e os caules.

Toda a planta emite um odor agradável que lembra a maçã e pode ser cultivada de forma relativamente fácil em qualquer solo.

A hortelã tem sido uma planta cultivada e apreciada desde os tempos antigos. Seu nome em latim deriva do hebraico marrob que significa uma erva amarga.

Tanto Hipócrates, Galeno como Dioscorides utilizavam, especialmente suas folhas verdes e frescas, como um remédio eficaz contra a tosse e o chiado dos pulmões, assim como as doenças do fígado (icterícia) e do baço.

Propriedades Curativas da Hortelã

As folhas e topos floridos contêm saponinas, oxidases, óleo essencial e um princípio amargo, o marrubina.

A hortelã é amplamente utilizada por suas propriedades expectorantes, em doenças do sistema respiratório, já que ajuda a aliviar a tosse, facilita a expulsão de secreções brônquicas e favorece a evacuação. Por isso, a hortelã é usada com sucesso na asma brônquica.

Hortelã: Remédios Caseiros Com Hortelã

É um febrífugo recomendado em casos de febre tifoide, febres em geral, o qual também reduz a duração e melhora o estado geral.

A hortelã, também, é um bom tônico que atua sobre as funções digestivas e também ajuda o fígado e a vesícula biliar. Tudo isso melhora o metabolismo.

Externamente, a hortelã pode ser empregada em banhos e em fomentos quando se tem dores nas costas ou nas pernas. Além disso, as folhas e as sementes misturadas em forma de pomada e aplicadas em cima da caxumba diminuem rapidamente o seu tamanho.

Com as folhas também é possível preparar uma decocção para curar feridas, e sobre a pele inflamada ou infectada pode-se aplicar compressas quentes ou cataplasmas. Finalmente, a hortelã é um emagrecedor natural, o que não deixa de ser interessante em muitos casos.

Remédios Caseiros à Base de Hortelã

  • Remédio com hortelã para aliviar a tosse: ferva 1 litro de água e adicione 30 gramas de topos de floração de hortelã. Retire do fogo, deixe descansar por 10 minutos e coe. Beba 3 xícaras ao dia, adoçado com algumas gotas de mel.
  • Remédio com hortelã contra dor de garganta e para pulmões inflamados pelo catarro: despeje 30 ml de hortelã fresco ou ¼ de xícara do seco em 1 e ½ xícara de água. Deixe ferver em fogo brando por 10 minutos. Retire do fogo e deixe descansar por 5 minutos, depois coe em uma panela. Adicione 1 xícara de melaço, misture e cozinhe em fogo médio até que a temperatura atinja lentamente o ponto em que se faz caramelo: 300° a 310°. Os resíduos que são formados podem ser removidos com uma colher e descartados do caramelo até alcançar uma temperatura elevada. Não misture enquanto está cozinhando, embora se formem bolhas espumosas. Despeje em uma assadeira untada 9 x 13 polegadas (20 x 30 cm) e corte em pedaços antes de se assentar e endurecer enquanto esfria. Chupe um pedaço deste caramelo de hortelã isso se você estiver com dor de garganta ou com os pulmões inflamados de tanto tossir.
  • Remédio com hortelã para o fígado: deixe macerar por 15 minutos 30 gramas de topos em 1 litro de água. Em seguida, ferva o líquido durante 20 minutos e filtre. Beba 3 xícaras por dia, uma após cada refeição.
  • Remédio com hortelã para melhorar as funções digestivas: deixe em maceração durante oito dias 60 gramas de hortelã em 1 litro de vinho de xerez. Após esse tempo, coe e engarrafe. Beba uma xícara antes ou após as refeições.
  • Remédio com hortelã para as feridas: ferva 2 colheres de sopa de folhas de hortelã em 1 xícara de água por 5 minutos. Cubra e deixe esfriar. Use esta preparação para chagas e feridas.
  • Remédio com hortelã para emagrecer: despeje 1 colher de chá de hortelã em 2 copos de água. Deixe descansar por 5 minutos. Coe e beba 2 xícaras desta infusão diariamente.

Atenção

Não é indicada em casos de insuficiência renal, hipertensão, gastrite e diarreia crônica. Tampouco se recomendada o seu uso durante a gravidez e lactação.