O edema é um inchaço produzido nos tecidos moles pelo aumento do líquido extracelular.

O edema pode ter origem mecânica ou físico-química. O primeiro acontece quando se altera a circulação de sangue que retorna ao coração, e o segundo quando existe um desequilíbrio no intercâmbio de substâncias entre o sangue e os tecidos.

As obstruções das veias e dos vasos linfáticos e a redução do gasto cardíaco são causas mecânicas que produzem edema.

As causas de origem físico-química são locais (processos infecciosos, inflamatórios ou alérgicos, traumatismos) ou gerais (desnutrição, problemas renais ou endócrinos).

O ganho de peso sem causa aparente que o justifique é um sinal que costuma preceder o edema visível. Um dos primeiros sintomas que observa o paciente é que um anel fica mais apertado do que antes, ou têm dificuldade em calçar sapatos.

Outras manifestações comuns de edema é o inchaço da face e das pernas, o aumento da circunferência abdominal e a persistência de uma depressão na pele depois de ter realizado pressão sobre ela (sinal fóvea).

No caso de edema ou inchaço nas pernas, este se encontra, geralmente associado com as varizes. As veias possuem um sistema de válvulas que impede o refluxo de sangue que corre através delas. As veias varicosas sofrem deformações que tornam ineficaz o sistema de válvula, com isso o sangue não circula até o coração e fica retido na parte inferior das pernas e nos pés. Esta retenção de líquidos é a causa responsável dos edemas nas pernas.

Remédios Caseiros Para Pernas Inchadas (Edema)

Remédios Caseiros para pernas inchadas:

  • Despeje 2 colheres de sopa de hortelã em um litro de água e deixe ferver por 10 minutos, a fim de lavar as pernas e áreas em que tenhamos desconforto. Com este remédio ajudaremos o retorno venoso, reduz o inchaço e exerce um efeito calmante.
  • Tome um banho frio de corpo inteiro ou apenas nas pernas, em sentido ascendente, dos pés para cima, aplique água fria não mais do que três minutos.
  • Corte em fatias finas 2 cenouras de tamanho médio e frite no azeite de oliva virgem de primeira pressão a frio. Uma proposta adicione 1 colher de chá de molho de soja e uma pitada de sal marinho. Remova um par de minutos e retire do fogo. Consuma duas vezes por semana.
  • Ferva em 2 litros de água até reduzir para 1 litro, 80 gramas de cardo mariano. Coe e adicione ao líquido obtido 40 gramas de Yarrow. Deixe ferver novamente por 3 minutos, coe e distribua em 8 partes para tomar em quatro dias, na porção de 2 vezes por dia, quatro dias consecutivos por semana, durante 6 semanas consecutivas, ou seja, 24 dias no total.
  • Ferva por 20 minutos em 1 litro de água 60 gramas de folhas de bananeira maior e 60 gramas de cardo mariano e, em seguida, adicione 20 gramas de galhos de cipreste. Deixe ferver novamente durante 3 minutos, coe e distribua em 6 partes para tomar em três dias, na porção de 2 vezes por dia, seis dias por semana, durante cinco semanas consecutivas, ou seja, 30 dias no total.

Recomendações: Coloque as pernas para cima. Neste sentido, deitado no chão, sentado ou na cama, garanta que as pernas se localizem quase na mesma altura que o coração. Assim, o retorno do sangue não vencerá a gravidade e será realizado com menos esforço.

Evite carregar pesos, descanse a perna afetada, dentro e fora da cama, colocando-a sobre um travesseiro de modo que separe a perna da cama ou do sofá. Também evite passar muito tempo em pé ou sentado.

Use meias de compressão, especialmente se você trabalha muito tempo em pé, já que colaboram na subida do sangue e evitam a sua estagnação. Não use roupas que dificultem o retorno do sangue.

Não use sapatos com saltos altos e, em vez disso, prefira caminhar com sapatos confortáveis.