A disfunção erétil (também chamada impotência) afeta muitos homens. Esta pode ser causada por diferentes fatores que incluem a diabetes, estresse, traumas, problemas circulatórios, entre outros.

No entanto, foi possível observar que a alimentação pode contribuir para a sua melhora e também os suplementos naturais elaborados a base de ervas e plantas podem ajudar a combater esta condição.

Neste sentido, apresentamos, a seguir, alguns suplementos naturais que podem ser de utilidade.

Leia também: “Impotência Masculina“.

Suplementos Contra a Impotência:

O ginkgo é uma planta medicinal com uma longa tradição de uso medicinal, é usado principalmente para melhorar a circulação sanguínea para o cérebro. Também pode ajudar com os problemas de memória e inclusive aliviar a depressão. Devido ao fato de que pode melhorar o fluxo sanguíneo pelas artérias e veias, tem sido utilizado com sucesso para tratar muitos homens cuja impotência resulta de uma circulação sanguínea deficiente.

Em um estudo, 60 homens com disfunção erétil, que não responderam ao tratamento com injeções de um medicamento prescrito, receberam 60 miligramas de ginkgo diariamente de 12 a 18 meses.

A cada quatro semanas, foi avaliado o fluxo sanguíneo para o pênis. Os primeiros sinais de melhora na circulação sanguínea ocorreram entre a sexta e a oitava semana. Quando foram avaliados novamente os homens depois de um período de seis meses, 50% daqueles que tomaram o ginkgo relataram ter recuperado sua potência sexual.

Suplementos Naturais Para a Impotência

Você pode fazer o teste com uma quantidade de 60 a 240 miligramas por dia, mas não tome mais do que esta quantidade. As quantidades elevadas de ginkgo podem ter efeitos secundários.

O ginseng asiático, também conhecido como Pânax, ginseng coreano, é uma das melhores ervas para restaurar a vitalidade, aumentar a energia, reduzir a fadiga e melhorar o desempenho físico. Protege o corpo contra os efeitos negativos do estresse.

Tradicionalmente, tem sido usado como afrodisíaco e parece que a investigação respalda esta reputação, já que foi demonstrado que pode aumentar o fluxo sanguíneo para o pênis.

Em um estudo realizado na Coreia, um grupo de 90 homens com disfunção erétil foi dividido em três subgrupos. A 30 homens foi administrado ginseng coreano vermelho, outros 30 receberam o fármaco trazodona e os outros 30 receberam uma substância inativa (um placebo). 60% dos homens que tomaram o ginseng experimentaram melhorias na rigidez da sua ereção e seu impulso sexual, em comparação com a melhora em apenas 30% daqueles que tomaram o fármaco ou o placebo.

A quantidade de ginseng que você deve tomar para o tratamento da disfunção erétil depende da espécie que compra e da quantidade do componente ativo no produto. Recomenda-se para a maioria dos pacientes que tomem 500 miligramas por dia, mas o melhor é consultar o seu médico para que te indique a dose ideal.

Leia também: “Viagras Caseiros – Remédios Caseiro Para Combater Impotência Sexual“.

Suplementos Para a Impotência Relacionados Com a Próstata:

Em alguns casos raros, a impotência é devido ao crescimento da próstata (uma glândula), o que se conhece como hiperplasia prostática benigna (BPH por suas siglas em Inglês). Localizada abaixo da bexiga e ao redor da uretra, a glândula próstata normalmente não é maior do que uma noz.

Em algum momento, em torno dos cinquenta ou sessenta anos de idade, começa a crescer e o que tinha o tamanho de uma noz pode se inflar até alcançar o tamanho de uma laranja, causando todo tipo de problemas.

Se você tiver sido diagnosticado com BPH e isso provoca impotência, talvez a erva cavalinha seja o que você precisa.

As propriedades anti-inflamatórias da cavalinha podem reduzir a próstata para o seu tamanho normal e para restaurar a potência em alguns homens.
A quantidade de cavalinha que você deve tomar dependerá do quanto tenha crescido a próstata. Depois que um médico te examinar, poderá te prescrever uma dose diária que varie entre 400 e 800 miligramas de cavalinha.

Certifique-se de tomar a quantidade prescrita e pergunte ao seu médico sobre os possíveis efeitos colaterais. A cavalinha pode causar deficiência de tiamina e não deve ser tomada se você sofre de problemas cardíacos ou renais.