Ultrassom Precoce: O Que É, Para Que Serve, Riscos E O Que Pode Ser Detectado

O ultrassom precoce é um método moderno e sensível usado para visualizar o embrião durante as primeiras semanas de gestação. Geralmente realizada por prescrição, apenas em alguns casos, em torno da semana 4-5 de gravidez e sua realização é por via vaginal, já que se obtêm imagens de qualidade superior às do ultrassom abdominal, em termos de gestações mais precoces.

Quando se Recomenda o Ultrassom Precoce?

A existência de suspeita de algum problema com a gravidez provocada pela dor, sangramento vaginal, história de aborto ou tratamentos de fertilidade, pode levar o obstetra a realizar um ultrassom precoce. Também pode ser prescrita se houver uma necessidade de descobrir a partir de quando a mulher está grávida ou se existe alguma anomalia em outro exame realizado.

Através do ultrassom precoce podemos:

  • Confirmar a gravidez e a correta implantação do embrião.
  • Determinar a idade gestacional (quanto tempo se está grávida).
  • Detectar possíveis malformações no embrião e doenças em nível dos cromossomos.
  • Determinar o número de embriões e em caso de gestação múltipla, corionicidade (se ambos os embriões compartilham ou não a placenta e o saco amniótico).

Tem Riscos o Ultrassom Precoce?

O ultrassom por via vaginal é uma técnica segura, sempre que for realizada por médicos especializados. No entanto, devido ao fato de que durante o primeiro trimestre se produz a implantação do embrião, convém evitar o seu uso de forma sistemática no controle de natalidade de rotina, devem ser limitadas aos casos recomendados, a fim de afastar problemas na gravidez.

Quais Doenças Podem ser Detectadas com o Ultrassom Precoce?

As malformações que podem ser diagnosticadas com ultrassom precoce durante o primeiro trimestre são:

  • Anomalias do sistema nervoso central, como a espinha bífida ou síndrome de Apert, entre outras.
  • Anormalidades na cabeça, rosto e pescoço.
  • Problemas no sistema cardiovascular, trato gastrointestinal e parede abdominal.
  • Sistema esquelético.
  • Sistema linfático.
  • Outros problemas temporários, como cistos no cordão umbilical.
  • Gravidez ectópica (ocorre fora do útero), que é causa mais importante de morte materna.

Geralmente as anomalias detectadas por meio do ultrassom precoce, devem ser corroboradas com outras técnicas especializadas, algumas das quais podem ser transitórias e desaparecer com o avanço da gestação e em outras terá sido fundamental a detecção precoce para a saúde do futuro bebê.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

;
Confira Mais Sobre Esse Assuto