O Que São Estrógenos Conjugados e Medroxiprogesterona (Oral)?

Estrógenos conjugados e medroxiprogesterona são hormônios estrogênio e progesterona. Eles são utilizados em conjunto na terapia de reposição hormonal para aliviar os sintomas da menopausa e para tratar a inflamação da vagina e área genital. Esses hormônios também ajudam a prevenir a perda óssea (osteoporose) que ocorre com a menopausa.

Se alguma das informações e dicas contidas neste artigo de saúde lhe causa uma preocupação especial ou quiser mais informações sobre o seu medicamento e sua utilização, consulte o seu médico, enfermeiro ou farmacêutico. Lembre-se de manter este e todos os outros medicamentos fora do alcance das crianças e nunca compartilhe seus medicamentos com outras pessoas.

Informações Importantes:

Informe o seu médico, enfermeiro ou farmacêutico se…

  • É alérgico a algum medicamento, prescrito ou não.
  • Estiver grávida ou se planeja engravidar durante o uso deste medicamento.
  • Estiver amamentando.
  • Está tomando qualquer outro medicamento prescrito ou não, especialmente aminoglutetimida, barbitúricos, carbamazepina, ciclosporina, medicamentos que podem danificar os rins (tais como dantroleno ou isoniazida), fenitoína, inibidores da protease, ou rifampicina.
    Estrógenos Conjugados e Medroxiprogesterona (Oral)
  • Possui algum outro problema médico, especialmente coágulos de sangue (ou histórico de), câncer nos ossos, mama, colo do útero ou do útero (ativo ou suspeita), alterações no sangramento vaginal, miomas uterinos ou doença hepática (muito grave).

Posologia:

Estrógenos e progesterona geralmente vêm com instruções para o paciente. Leia-as cuidadosamente antes de utilizar o medicamento.

Tome este medicamento somente como prescrito por seu médico. Não tome nem mais e nem menos do que indicado. O seu médico vai lhe dizer por quanto tempo é preciso tomar este medicamento.

Se estiver tomando os hormônios estrogênio e progestagênio em uma determinada ordem, saiba em que ordem deve ser tomado cada medicamento. Se você tiver dúvidas sobre este assunto, consulte o seu médico, enfermeiro ou farmacêutico.

Este medicamento pode causar náuseas, especialmente durante as primeiras semanas de tratamento. Esse efeito deve diminuir depois de uma semana ou duas, quando o seu corpo se ajustar ao medicamento. Para diminuir a dor de estômago, tome-o imediatamente após as refeições ou com alimentos.

Se você esquecer uma dose deste medicamento, tome-a logo que possível. No entanto, se estiver quase na hora da dose seguinte, pule a dose esquecida e retome ao seu esquema posológico regular. Nada de doses duplas.

Para guardar este medicamento:

Mantenha fora do alcance das crianças. Armazene longe do calor e da luz direta. Não armazene no banheiro, perto da pia da cozinha, ou em outros lugares úmidos. Calor ou umidade podem comprometer o medicamento. Não guarde medicamentos vencidos.

Leia também: “Terapia Hormonal Para a Menopausa: Confiável ou Não?“.

Precauções:

É muito importante que o seu médico verifique o seu progresso em visitas regulares para se certificar que este medicamento não causa efeitos indesejáveis.

O risco de desenvolver problemas de mama ou câncer de mama devido à terapia de reposição hormonal é baixo, mas ainda é importante manter bons hábitos de saúde. Verifique os seus seios regularmente para ver se existem caroços e faça um mamograma se recomendado pelo seu médico.

Pode ocorrer sangramento vaginal entre os seus períodos regulares durante os primeiros 3 meses de uso. Não pare de tomar a sua medicação. Consulte o seu médico se o sangramento persistir por um período excepcionalmente longo de tempo, se o período ainda não tenha iniciado no prazo de 45 dias do seu último período ou se você achar que está grávida.

Informe o médico responsável que está tomando este medicamento antes de ter qualquer assistência médica. Os resultados de alguns testes podem ser afetados por medicação.

Efeitos Colaterais:

Os efeitos colaterais que devem ser comunicados ao seu médico:

Mais comuns: alterações no sangramento vaginal (aumento da quantidade de sangramento menstrual durante os períodos mensais regulares, leve sangramento entre períodos ou mais forte, ausência de menstruação), corrimento vaginal (grosso ou branco), prurido vaginal ou irritação.

Menos comuns: caroços na mama, prurido.

Raros: dor ou sensibilidade no estômago, na lateral ou no abdômen, olhos ou pele amarela.

Os efeitos colaterais que geralmente não requerem atenção médica:

Estes efeitos secundários podem desaparecer durante o tratamento, mas se continuam ou são incômodos, verifique com seu médico, enfermeiro ou farmacêutico.

Mais comuns: cãibras no abdômen, dor ou sensibilidade nos seios, diarreia, tonturas, aumento dos seios, gás ou flatulência, aumento da secreção vaginal clara, coceira, dor articular, cólica menstrual, depressão mental, náuseas, desconforto do estômago após as refeições, cansaço.

Menos comuns: dor de cabeça, aumento do desejo sexual, enxaqueca, tensão nos músculos, inchaço do rosto, tornozelos ou pés, perda ou aumento de peso anormal.

Raros: mudanças de humor, nervosismo, dificuldade em dormir, vômitos.

Outros efeitos secundários não mencionados acima podem também ocorrer em alguns pacientes. Se notar qualquer outro efeito, verifique com seu médico, enfermeiro ou farmacêutico.