O que é Trilostano?

O Trilostano é usado no tratamento da síndrome de Cushing. Normalmente usado em tratamento de curto prazo até que a terapia permanente seja possível.

Se alguma das informações e dicas contidas neste artigo de saúde lhe causarem uma preocupação especial ou quiser mais informações sobre o seu medicamento e sua utilização, consulte o seu médico, enfermeiro ou farmacêutico. Lembre-se de manter este e todos os outros medicamentos fora do alcance das crianças e nunca compartilhe seus medicamentos com os outros.

Informações importantes:

Informe o seu médico, enfermeiro ou farmacêutico se. . .

  • é alérgico a algum medicamento, prescrito ou não;
  • estiver grávida ou se planeja engravidar durante o uso deste medicamento;
  • estiver amamentando;
  • está tomando qualquer outro medicamento prescrito ou não;
  • possui algum outro problema médico, especialmente infecção ou lesões graves recentes.

Posologia:

Tomar este medicamento somente como indicado por seu médico. Não tome mais ou menos ou com mais frequência do que indicado por ele.

Se você esquecer uma dose deste medicamento, tome-a logo que possível. No entanto, se estiver quase na hora da dose seguinte, pule a dose esquecida e retome ao seu esquema posológico regular. Nada de doses duplas.

Trilostano (Oral)

Para guardar este medicamento:

Mantenha fora do alcance das crianças. Armazene longe do calor e da luz direta. Não armazene no banheiro, perto da pia da cozinha, ou em outros lugares úmidos. Calor ou umidade podem comprometer o medicamento. Não guarde medicamentos vencidos.

Precauções:

É muito importante que o seu médico verifique o seu progresso em visitas regulares para se certificar que este medicamento está funcionando corretamente e para verificar os efeitos indesejados.

Consulte o seu médico imediatamente se tiver uma lesão, infecção ou doença de qualquer espécie. Este medicamento pode enfraquecer as defesas do seu corpo.

Antes de se submeter a qualquer cirurgia ou tratamento dentário ou de emergência, o médico ou dentista deve saber que você está usando este medicamento.

Seu médico pode te dar um cartão de identificação médica ou que você use uma pulseira que indica que você esta tomando este medicamento.

Efeitos Colaterais:

Os efeitos colaterais que devem ser comunicados ao seu médico:

Raros: escurecimento da pele, sonolência ou cansaço, perda de apetite, depressão, erupção cutânea, vômitos.

Os efeitos colaterais que geralmente não requerem atenção médica:

Estes efeitos secundários podem desaparecer durante o tratamento, mas se eles continuarem ou são incômodos, verifique com seu médico, enfermeiro ou farmacêutico.

Mais comuns: Diarreia, cólicas, dor de estômago.

Menos comuns: dor nos músculos, arrotos ou inchaço, queimação na boca ou nariz, tonturas ou vertigens, febre, aumento da salivação, náuseas, olhos lacrimejantes.

Outros efeitos secundários não mencionados acima podem também ocorrer em alguns doentes. Se notar qualquer outro efeito, verifique com seu médico, enfermeiro ou farmacêutico.